19 de novembro de 2015 • 7:36 am

Blogs » Fátima Almeida » Política

Marinela será a primeira mulher a presidir a OAB-AL

Apoiada pelo atual presidente, Thiago Bonfim, a Chapa 1 ganhou a eleição numa disputa acirrada com o candidato apoiado por Omar Coelho

Por: Fátima Almeida
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

FernandaNuma eleição disputadíssima, a candidata da chapa 1 ‘Avança, OAB’, Fernanda Marinela, será a primeira mulher a dirigir a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Alagoas. Com 1.809 votos, ela e o vice Ednaldo Maiorano ganharam a eleição em Maceió, e nas subseções de Arapiraca, Penedo, União dos Palmares e Palmeira dos Índios.

Só perderam em Santana do Ipanema, para os candidatos Fernando Falcão e Luciano Almeida, da chapa 2, ‘Advogados por uma nova Ordem’, apoiada pelo ex-presidente Omar Coelho, que acabou em segundo lugar na disputa geral do Estado, com 1.653 votos. A diferença entre Marinela e Falcão foi de apenas 156 votos.

Já os candidatos da chapa 3, “Muda, OAB’, Roberto Mendes e Vagner Paes, ficou na terceira colocação, com 1.198 votos. No total, 4.805 advogados compareceram às urnas. Foram registrados 67 votos em branco e 78 votos nulos.

Fernanda Marinela de Sousa foi apoiada pela atual diretoria da Ordem, que tem como presidente o advogado Thiago Bonfim.  O grupo de Omar Coelho, que já dirigiu a Ordem por 6 anos, apoiou Fernando Falcão. Esta não é aprimeira vez que Bonfim vence Omar Coelho na disputa pela presidância da OAB. Na eleição passada ele suspreendeu e ganhou a eleição contra a candidata Rachel Cabus, apoiada pelo então presidente da Ordem.

Com Fernanda e Ednaldo, se elegeram também Davi Lima Rocha como secretário-geral, Rubens Marcelo Pereira como secretário-geral adjunto e Thaisa Gameleira como tesoureira, além de Everaldo Patriota, Felipe Sarmento Cordeiro e Thiago Bomfim para o Conselho Federal, junto com os suplentes Adrualdo de Lima Catão, Marié Alves Miranda e Raimundo Palmeira.

Marinela é paulista mas vive em Alagoas há 15 anos. É especialista em Direito Administrativo e na campanha fez um discurso propondo gestão mais atuante na área social e apresentando propostas em defesa das prerrogativas, da mulher advogada e de uma interação maior entre a Ordem e a sociedade.

Ela vai presidir a OAB-AL no período de 2016-2018.

Deixe o seu comentário