23 de novembro de 2015 • 11:18 am

Maceió

Marron desmente ajuda da Prefeitura e diz que famílias exigem respeito

Prefeitura noticiou que as familias desalojadas haviam recusado ajuda

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

O dirigente do Movimento Via do Trabalho, Marco Antonio dos Santos, o Marron, desmentiu nesta segunda-feira, 23, a informação de que as famílias que estavam morando no edificio Humberto Santa Cruz – antiga desde do INSS – na praça dos Palmares, tenham recusado a ajuda da Prefeitura de Maceió.

Segundo Marron, as familias foram surpreendidas no domingo  pelo Bope, no domingo pela manhã, e acabaram expulsas do prédio. “Ora, nós estamos há 3 anos tentando negociar com o prefeito Rui Palmeira (PSDB) um espaço digno para essas familias morarem e agora eles vêm dizer que nós recusamos a ajuda? Que ajuda?”. Questionou.

O que aconteceu, segundo Marron,  é que o prefeito de Maceió mandou jogar o pessoal em um galpão, as coisas em outros e deixar o pessoal com mulheres, idosos e crianças desamparados. “Ao que me consta isso não é ajuda. É tratar as pessoas de forma indigna”, disse.

Esse fato revoltou a todos os desalojados do prédio que decidiram conjuntamente acampar em frente ao conjunto Parque dos Caetés, próximo ao Benedito Bentes, até que a Prefeitura libere as casas que cada uma delas têm direito, até por que foram prometidas pelo prefeito Rui Palmeira

Portanto, disse Marron, não recusa, mas atitude de quem exige respeito e direito real à cidadania.

 

Deixe o seu comentário