6 de junho de 2015 • 8:12 am

Brasil

Ministério Público Federal quer combater a corrupção com o apoio dos jovens da escola básica

O MPF investiga em Alagoas a Operação Navalha, desde 2007. A campanha ‘Corrupção Não!’ será lançada no próximo dia 12.

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Brasil – O Ministério Público Federal realiza junto as escolas públicas do Estado uma campanha cidadã de combate a corrupção. A ideia é ampliar o debate em torno do tema, conscientizando as pessoas acerca do papel de cada no combate ao crime, seja no setor público ou privado. E a associação do público com o privado tem sido uma constante de tempos para cá. O MPF tem em mãos, por exemplo, as peças da Operação Navalha, que envolveve inclusive o ex-governador Teotônio Vilela Filho (PSDB), acusado de receber R$ 500 mil de propina da empreiteira Guatama. O caso anda lentamente.

Mas, a camanha do MPF é chamada de “Corrupção, Não”! A iniciativa é realizada com o apoio da Associação Ibero-Americana de Ministérios Públicos. Em Alagoas terá inicio com uma palestra que pretende fundamentar a base de uma redação a ser elaborada pelos estudantes.

Os melhores textos serão expostos ns lançamento da campanha que acontecerá no próximo di 12. Na última quarta-feira, o procurador geral, Rodrigo Tenório, esteve na escola estadual Fernandes Lima e divulgou a campanha em conversa com os alunos. Ele considerou que os jovens são menos tolerantes aos atos de corrupção. Disse que a campanha é focada nas redes sociais, porque 70% dos jovens têm acesso à internet. Desse percentual, 50% estão conectados à redes sociais.

 

 

Deixe o seu comentário