7 de dezembro de 2017 • 6:38 am

Interior

Missão chinesa de empresários visita Penedo e discute investimentos

Presidente da empresa XCMG e da Associação das Empresas Chinesas no Brasil busca parcerias para mais investimentos no País

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Uma missão chinesa formada por empresários está visitando Alagoas, conhecendo suas potencialidades e discutindo possíveis parcerias público-privadas (PPPs). Os investidores estiveram nesta quarta-feira (06), em Penedo, após serem recebidos no dia anterior pelo governador em exercício,  Luciano Barbosa, e o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito, em Maceió. Na cidade de Penedo, foram recebidos pelo prefeito Marcius Beltrão (PDT), secretários e vereadores.

“Mostramos aos empresários o Centro Histórico, o Centro de Convenções, o Theatro Sete de Setembro e a infraestrutura urbana. Além de apresentarmos um projeto inovador, para tornar Penedo uma cidade voltada ao segmento turístico e de entretenimento. Também discutimos a possibilidade da implantação de indústrias no Distrito Industrial”, explicou o chefe do Executivo o motivo da visita por parte dos investidores.

Entre os empresários, o presidente mundial da empresa XCMG e da Associação das Empresas Chinesas no Brasil, Wang Yan Song. O investidor se disse encantado com Penedo e suas belezas naturais e arquitetônicas.

“Solicitei deles a forma de apresentação dos projetos e a forma de avaliação. E se tudo der certo, no segundo semestre de 2018 estaremos na China, buscando atrair capital estrangeiro para Penedo e Litoral Sul de Alagoas”, disse o prefeito de Penedo, Marcius Beltrão.

XCMG

A XCMG é uma empresa chinesa que atua no segmento de máquinas pesadas destinadas a construção, de escavadeiras a guindastes. Possui 70 anos e emprega 30 mil. Em 2016 faturou U$ 20 bilhões, com atuação em países como Estados Unidos, Holanda e Brasil. Wang Yan Song é o CEO da multinacional e também presidente da Associação das Empresas Chinesas no Brasil.

Deixe o seu comentário