14 de agosto de 2016 • 9:10 pm

Cotidiano

Moradores do Pontal cobram punição para acidente com Jet ski

Pescador atropelado está internado, em estado grave. Condutor do Jet Ski ainda não apareceu

Por: Fátima Almeida
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
Protesto fechou avenida (Foto: reprodução, internet)

Protesto fechou avenida (Foto: reprodução, internet)

Moradores e pescadores do Pontal da Barra foram às ruas, neste sábado, em protesto contra o acidente que deixou o pescador Osmar Oliveira gravemente ferido, no início da noite da última quinta-feira (11), na Lagoa Mundaú. Eles caminharam pelas ruas do Pontal e bloquearam a Avenida Assis Chateaubriand, nos dois sentidos, durante boa parte da tarde.

A avenida liga a capital alagoana às praias do litoral Sul, e o protesto provocou grandes transtornos ao trânsito. Amigos e familiares do pescador cobraram celeridade nas investigações do acidente, e que ele não fique impune.

Osmar retornava da pesca, no final da tarde de quinta-feira, quando sua canoa ‘Vida Nova’ foi atropelado por um Jet ski. A embarcação de pesca foi totalmente destruída; Osmar foi socorrido por equipe do Samu e levado para o Hospital Geral do Estado, onde foi submetido a cirurgia para fixação da bacia e a uma laparotomia (cirurgia de barriga aberta para acessar órgãos internos).

Sua canoa ficou totalmente destruída e, de acordo com boletim médico e informações de familiares, seu estado de saúde é bastante delicado.

O condutor da moto aquática abandonou a embarcação no local do acidente – próximo ao ancoradouro do Pontal da Barra – e até agora não foi localizado nem identificado. O Jet ski foi periciado e recolhido para a Capitania dos Portos, que já instaurou inquérito para apurar as circunstâncias do acidente.

A Polícia Civil também abriu inquérito, na 22ª DP, para apurar as causas e as responsabilidades pelo acidente.

Deixe o seu comentário