14 de Março de 2017 • 7:24 am

Brasil

Moreira Franco é denunciado ao STF pela farra das passagens

O caso foi apurado entre 2007 e 2009 e agora chega ao STF por que Franco ganhou foro privilegiado

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O Supremo Tribunal Federaç (STF) recebeu nesta segunda-feira, 13 a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o ministro da Secretaria Geral daPresidência da República, Moreira Franco, acusado de liderar “a farra da passagens”, na Câmara dos Deputados, episódio do corrupção explícita, que envolve mais de 200 parlamentares, num desvio de dinheiro superior a R$ 25 milhões.

Moreira: agora denunciado.

Michel Temer, o presidente, já havia dito que ministro denunciado por corrupção no STF seria demitido do governo, mas Franco em declaração à imprensa disse que este caso já está superado. Ele foi denunciado por prática de peculato. O escândalo é de 2008.

 

Privilegiado – O caso de Moreira Franco foi encaminhado à Suprema Corte por ele ter tomado posse como ministro e ganhado prerrogativa de foro privilegiado. Agora, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deve decidir se endossa a denúncia contra o peemdebista ou pede para que as investigações sejam aprofundadas no STF.

Caso Janot dê andamento ao caso, Moreira Franco pode ser o primeiro ministro de Temer denunciado formalmente. As informações sobre o ministro foram publicadas no jornal Estado de S. Paulo.

 

Deixe o seu comentário