9 de junho de 2017 • 3:05 pm

Blogs » Brasil » Fátima Almeida » Política

MPF deve denunciar Temer como ‘chefe de organização criminosa’. Faz sentido?

Segundo nota da coluna Painel, do Jornal Folha de São Paulo, Janot deve formalizar na próxima semana, primeira denúncia contra o Presidente.

Por: Fátima Almeida
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A procuradoria Geral da República (PGR) faz segredo sobre qual será a próxima ofensiva em relação às investigações sobre a prática de corrupção nas hostes do poder público federal no Brasil. Mas uma nota na coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo, colocou em alerta máximo todo o staff do Palácio Central e adjacências, sobte o que pode vir pela frente.

De acordo com a nota, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deve apresentar a primeira denúncia formal do Ministério Público Federal contra o presidente Michel Temer na próxima semana. E mais, há informações, atribuídas pela coluna, a pessoas próximas à equipe do procurador, segundo as quais a Procuradoria-geral da República deve construir essa denúncia com dados para acusar Temer como “chefe de organização criminosa”.

Pegou pesado…

Mas, olhando bem, faz sentido.

Afinal, num país marcado por uma enorme mácula de corrupção, entranhada nos corredores de todos os poderes, incluindo o palácio sede do Governo Central, de onde saíram gravações perigosas que fundamentaram delações envolvendo o próprio Presidente da República, nada mais apropriado que ele seja denunciado como ‘chefe de organização criminosa’.

Bom, a turma de choque já se arma para rebater a investida, com uma grita geral de suposta ‘violência processual’ por parte da PGR.

É mais um round que vai começar.

Vem chumbo grosso por aí.

Deixe o seu comentário