7 de setembro de 2015 • 5:37 pm

Maceió

Multidão prestigia desfile militar de 7 de setembro na orla de Maceió

Paraquedistas do exército deram toque especial ao evento

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
Desfile de 7 de Setembro Fotos: Marco Antônio/Secom Maceió

Desfile de 7 de Setembro
Fotos: Marco Antônio/Secom Maceió

Desfile de 7 de Setembro

O tradicional desfile de 7 de setembro em Maceió levou mais de 20 mil pessoas à avenida Duque de Caxias, como sempre ocorre todos os anos. A  maioria familiares dos policiais militares e de guardas municipais.

A novidade foram os paraquedistas do Exército que trouxeram dos ares a bandeira brasileira e a entregaram ao governador do Estado Renan Calheiros Filho (PMDB).

A festa cívica foi comemorada pelo governador. “Tivemos um dia muito alegre, de reunião das famílias, das pessoas virem às ruas, observarem o desfile. Fico muito feliz que tenha ocorrido tudo bem. Pude observar um novo ânimo na população, que reagiu muito bem à passagem das nossas forças, do aparato da nossa segurança”, avaliou Calheios Filho.

No desfile, três mil participantes, entre militares e civis. O comandante da Polícia Militar, coronel Lima Júnior, trouxe detalhes obre o envolvimento da corporação.

“Hoje é um dia de muita motivação pelo compromisso que a Polícia Militar tem com o país. Desfilamos com 850 policiais e 93 viaturas. Estiveram aqui todas as unidades da PM. É um dia de festa, que aproxima ainda mais a Polícia Militar da sociedade”, contou o coronel Lima Júnior.

 

Ainda sobre momentos únicos, no desfile houve o reconhecimento a um herói de 90 anos, o ex-combatente da 2ª Guerra Mundial, Abel do Amor Divino. “Eu estou sem palavras. Nunca fui homenageado. Mas com 90 anos, ainda sigo para outra guerra, se quiserem. Faço de tudo para defender o meu país”, declarou ele, numa mensagem de patriotismo, uma lição às novas gerações.

Ao final do desfile pelo Dia da Independência, manifestantes tomaram a Avenida da Paz, como parte do Grito dos Excluídos. E, o governador, de forma inédita, nessa data, deixou o espaço reservado às autoridades, e conversou diretamente com eles, os manifestantes, na rua.

“A sociedade tem o direito de se manifestar em todos os momentos. Os representantes dos movimentos sociais têm causas que a sociedade apoia, desde que apresentadas de forma democrática, pacífica, como feito aqui”, saudou Renan Filho.

 

Deixe o seu comentário