8 de Janeiro de 2016 • 12:25 pm

Turismo

Nada igual ao mar de Maceió, apesar da ‘esperteza’ de alguns oportunistas

As belezas naturais dessa terra são únicas. Um verdadeiro paraíso.

Por: Marcelo Firmino
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
Nada igual ao mar de Maceió.

Nada igual ao mar de Maceió.

Não é à toa que Maceió é vista nacionalmente como a capital mais bonita do País. As belezas naturais que existem nesse pedaço de chão não se vê  em nenhum outro lugar. A verdadeira costa dourada brasileira.

O reflexo de tudo isso quem sente é o trade turístico com hotéis e pousadas lotados, restaurantes faturando alto e serviços de ‘transfers’ para todos gostos.

Lamentavelmente, vez por outra aparece alguém para manchar o orgulho alagoano de ser hospitaleiro. Imagine que a ganância leva alguns metidos a espertos a cobrarem R$ 150 pelo aluguel de uma cadeira de praia. O fato foi desmentido pela direção de uma barraca famosa, mas a notícias correu as redes sociais.

Não importa. Se aconteceu o poder público tem responsabilidades quando permite a invasão dos espaços públicos que deveriam ter controle de usufruto.

O paraíso das águas

O paraíso das águas

O certo é que mais tarde ou mais cedo essas coisas são desmascaradas por si só. O fundamental é que Maceió é bela com o que Deus lhe deu. E a maioria esmagadora do seu povo é de uma generosidade sem igual.

Que a temporada de verão, portanto, seja sagrada e santa para todos, nativos e visitantes.

 

 

 

Deixe o seu comentário