28 de novembro de 2015 • 7:42 am

Esportes

Não foi o fim do mundo. O galo perdeu seu último jogo que já não valia nada

CRB encerra competição com o orgulho de ter o artilheiro do campeonato

Por: Marcelo Firmino
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page
Zé Carlos: o artilheiro regatiano.

Zé Carlos: o artilheiro regatiano.

Não foi o fim do mundo. Ser derrotado pelo Criciúma, em Santa Catarina por 2 a 1 em um jogo que já não valia mais nada para nenhum dos dois times, obviamente que não significou absolutamente nada para o torcedor regatiano.

O CRB é indiscutivelmente hoje o melhor de Alagoas e está tranquilo para a temporada de de 2016 por que tem o privilégio de um calendário que todos os demis clubes alagoanos gostariam de ter. Principalmente o arquirrival, o CSA, totalmente fora de série, isto é, sem série.

Lá em Criciuma pela série B do campeonato brasileiro o CRB  já não tinha mais nenhuma aspiração. Sem chance de ascender, nem risco de cair a equipe regatiana encerrou sua participação na competição em uma partida com caráter de amistoso.

Ainda assim o galo termina a competição com um orgulho e tanto. Fez o artilheiro do campeonato. O atacante Zé Carlos, alagoano da gema, nascido no próprio CRB fez-se artilheiro pelo talento, capacidade e a determinação em campo.

Nesse último jogo os catarinenses os catarinenses abriram o placar ainda no primeiro tempo e coube ao próprio Zé Carlos descontar ao fim do segundo, após a marcação de um pênalti que ele mesmo sofreu.

Agora todos vão entrar de férias. O que os regatianos apaixonados esperam é que a direção do clube mantenha uma boa parte do elenco atual para a temporada 2016.

No mais é bola pra frente. Valeu galo!

 

Deixe o seu comentário