25 de maio de 2015 • 9:43 pm

Blogs » Fátima Almeida » Política

No confronto entre polícia e bandido, que vença a vida

Estranho, o governador Renan Filho dizer que 36 mortes registradas este ano, em conflitos com a polícia, não é um número alto, porque no ano passado, no mesmo período, ocorreram…

Por: Fátima Almeida
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Estranho, o governador Renan Filho dizer que 36 mortes registradas este ano, em conflitos com a polícia, não é um número alto, porque no ano passado, no mesmo período, ocorreram 29. Independente da relação, o número é alto, sim.

Mas está certo, o governador, quando diz que a polícia tem que agir para proteger o cidadão, toda vez que um bandido estiver com arma em punho, levando perigo para a população. E até quando diz que, “no confronto, todos nós temos que torcer para que o policial seja preservado, porque é ele, em última análise, quem defende a sociedade”.

Lógico que, entre um policial e um bandido, se alguém tiver que morrer, que seja o bandido. Mas é preciso saber se realmente alguém tem mesmo que morrer.

Senão o Estado estará substituindo o dever de punir, pelo direito de matar.

E, definitivamente, esse não é o caminho. 

Senão, todo o empenho que, segundo o governador, vem sendo feito para tirar de Alagoas o título vergonhoso de estado mais violento do Brasil, vai continuar manchado de sangue.

Mudando apenas a autoria do crime.

*****

PRESENTE

O governador anunciou para o dia 29, no município de Arapiraca, a primeira edição do projeto Governo Presente, que consiste em levar instalações e atos administrativos do Executivo para o interior do Estado. Uma maneira de levar o governo para mais perto da sociedade, segundo o próprio governador.

E nada mais justo que comece pela cidade mais desenvolvida do interior do Estado. A agenda contempla áreas como a saúde, educação, segurança pública, cultura, esportes e lazer; assinatura de ordens de serviço; visita a obras; e interação com as prefeituras e comunidades da região.

HÁ VAGAS

Está procurando emprego? Tem o nível médio de escolaridade? Domina razoavelmente o português e tem conhecimento básico de matemática e informática? A empresa Almaviva está com seleção aberta para preencher 300 vagas de telemarketing em Maceió. Paga o salário mínimo, mais ticket alimentação, auxílio-transporte e plano de saúde.

Interessados devem procurar o Sine Maceió, ao lado da Estação Ferroviária do Centro.

PRA VALER

A partir da próxima segunda-feira, dia 1º, entra em vigor a  faixa azul (exclusiva para o transporte coletivo), na Avenida Comendador Leão e Dona Constança.

1 Comentário

  1. Armando disse:

    Saudade do tempo que os bandidos fugiam de Alagoas, estou com o governador, POLICIA É POLICIA, BANDIDO É BANDIDO simples assim.

Deixe o seu comentário