9 de junho de 2017 • 5:35 pm

Bleine Oliveira » Blogs

No São João de Maceió, Rui sai tosqueado e Renan Filho solta o rojão

Depois que o prefeito descartou o São João, em nome da tragédia, o Governador recebeu representantes de 32 trios de forró e anunciou o “São João da Solidariedade”.

Por: Bleine Oliveira
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Foto: Agência Alagoas

O prefeito de Maceió, Rui Soares Palmeira (PSDB), aproveitou o clima de tragédia provocado pelas chuvas que detonaram vários bairros da cidade, para anunciar uma medida, digamos, difícil.

Com anúncio feito pelo presidente da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), Vinícius Palmeira, o prefeito mandou dizer que não há condições de promover os festejos, diante da situação de emergência na cidade.

A prioridade, nesse momento, é a reconstrução dos danos causados pelas chuvas. Além disso, o clima nos bairros está impraticável para comemorações, já que a cidade está danificada, precisando de reparos”, justificou o sempre alegre secretário.

Tudo bem? Tranquilo? Podemos seguir em frente, deixando o cara trabalhar?

Não, querido leitor!

Eis que o mais forte adversário político de Rui Soares Palmeira, vem a público anunciar que… vai ter forró em Maceió.

Nesta sexta-feira, 9, o governador Renan Filho, que tem sempre uma solução para qualquer problema, reuniu, no Palácio República dos Palmares, representantes de 32 trios de forró para dizer que vai realizar o “São João da Solidariedade”.

Com a decisão, RF faz um golaço, alegrando esses profissionais que, junto com as 16 bandas de forró da capital, ficariam à toa no período em que mais têm oportunidades de trabalho.

Aí não deu outra, a alegria irradiou pelos quatro cantos do Palácio, ao som do hino de Alagoas, cantado por Eliezer Setton, acompanhado por mais de dez sanfoneiros.

Melhor do que isso, só o discurso do governador:

Em nosso bicentenário, estamos fazendo uma caixa que será lacrada e só será aberta no tricentenário de Alagoas, daqui a cem anos. O cidadão vai perguntar: ‘O que fizeram os governantes no centenário e no bicentenário?’ E ali estará registrado algo muito importante: foi feito um movimento em defesa da cultura, do forró e das tradições de alagoas”, disparou Renan Filho.

Prefeito, punossasinhora, melhore!

Não se tira alegria do povo. Nem na tragédia!

Deixe o seu comentário