27 de maio de 2017 • 7:02 am

Cotidiano

Noite de chuva intensa e muitos transtornos em Maceió

Confira o resumo das principais ocorrências registradas em vários bairros da cidade

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Alagamentos, desabamentos de casas, queda de árvores, deslizamento de barreiras, falta de energia e muito transtorno. Foi tensa a noite da sexta-feira e madrugada deste sábado, em Maceió.

Em vários trechos da cidade o trânsito ficou inviabilizado em decorrência do grande volume de água. Queda de árvores e de postes provocaram interrupções no fornecimento de energia em vários bairros, movimentando as equipes da Eletrobras durante toda a noite.

A defesa civil também teve muito trabalho. Ainda na noite de ontem, a Prefeitura declarou estado de alerta e anunciou que uma força-tarefa está trabalhando em regime de 24 horas para atender à população.

Mais de 300 chamados haviam sido atendidos, segundo a Defesa Civil Municipal, até o final da noite de ontem, pelo número de emergência – 0800 030 6205.

No início da noite, uma árvore caiu na Ladeira Geraldo Melo, deixando o trânsito inviável entre os bairros do Poço e Farol. Pelo menos dois carros foram atingido, mas não houve ferimentos graves.

No bairro da Cambona, o volume de água isolou a passagem para as regiões da Levada e Dique Estrada e obrigou motoristas a se abrigarem no posto de combustível e esperar a água baixar.

Na Grota do Rafael, em Cruz das Almas, houve deslizamento de terra com soterramento de vítimas. Equipes do Corpo de Bombeiros foram mobilizadas para fazer o resgate. Duas crianças e dois homens foram resgatados com vida e encaminhados ao HGE.

Um deslizamento de barreira também deixou isolado por algum tempo o acesso ao Distrito de Fernão Velho.

Um poste caiu na Ladeira da Moenda.

No Cepa, escolas ficaram inundadas e as aulas foram suspensas na noite de ontem – veja vídeo.

Inundações também atingiram o sistema prisional, na região do Tabuleiro, e levaram à suspensão das visitas previstas para este final de semana.

Na Avenida Pierre Chalita, o transbordamento do Rio Jacarecica e a queda de uma árvore inviabilizaram o tráfego por aquela via – veja vídeo.

A previsão é de continuar chovendo muito neste sábado.

A Defesa Civil municipal recomenda que as ocorrências e situações de risco devem ser informadas pelo 0800 030 6205 e pelo 3315-1437. Outra opção é o número 193, do Corpo de Bombeiros.

1 Comentário

  1. A Av. Pierre Chalita é exemplo de obra que não deve ser feita; projeto, se é que existe, mal elaborado, execução, pior ainda.
    A via foi implantada no fundo de um vale, local de escoamento natural das águas de chuva, por isso ela fica inundada.
    Os cortes feitas nas barreiras não possuem sistema de proteção, faltam as valetas para captação e escoamento das águas, além de revestimento dos taludes, razão pela qual o barro é levado pelos águas e depositado sobre a via.
    As interseções com as vias Presciliano Sarmento e Estrada da Serraria têm greide em rampa, quando deveria ser em nível, para facilitar a visibilidade. Uma das curvas horizontais de concordância tem raio de curvatura com valor inferior ao estabelecido em norma técnica, podendo causar acidentes.
    Obra, que segundo a imprensa, custou R$ 10 milhões de reais, dinheiro do nosso imposto jogado fora.

Deixe o seu comentário