29 de dezembro de 2016 • 7:25 am

Maceió

Novo secretário de finanças de Maceió pode ser David Maia ou Messias Costa

Gustavo Novaes foi “fritado” no cargo por desentendimentos dentro da equipe de Rui Palmeira

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Para administrar um orçamento em 2017 de R$ 2,3 bilhões, aprovado esta semana pela Câmara Municipal sem restrições, o prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB) está à procura de um novo Secretário de Finanças.

O atual secretário, Gustavo Novaes, não deverá continuar na pasta em função de desentendimentos dentro da equipe municipal, segundo comentaram vereadores na sessão extraordinária da última terça-feira, 27, quando a Câmara aprovou, em votação secreta, todo o pacote de leis e reformas do Executivo.

Gustavo Novaes: fritado na Finanças.

De acordo com as informações, o prefeito estaria considerando a possibilidade de nomear em janeiro, Messias Costa, atual secretário do Planejamento, ou David Maia, da Superintendência de Limpeza Urbana. Por não haver definição nesse processo, Rui Palmeira, no entanto, ouve sugestões, inclusive de aliados, como Ronaldo Lessa (PDT) e José Thomaz Nonô (DEM).

O pacote aprovado inclui a nova e enigmática Agência Reguladora de Serviços Delegados, órgão municipal que os próprios vereadores não souberam explicar a que se propõe.

Aumento – Na oportunidade da extraordinária de fim de ano, em pleno recesso parlamentar, a Câmara aproveitou também para reajustar os subsídios dos vereadores. O valor pulou de R$ 15 mil para quase 19 mil mensais.

Apenas as vereadoras Heloísa Helena (Rede) e Tereza Nelma (PSDB) votaram contra. Helena ainda disse que “num momento em que o país luta para reduzir gastos, para economizar, esta casa aprova o reajuste dos próprios salários. Não poderia aceitar isso e por isso votei contra”.

 

 

 

Deixe o seu comentário