6 de setembro de 2015 • 7:32 am

Blogs » Marcelo Firmino

O desvio de dinheiro das Prefeituras e a eterna reclamação contra a ‘Gení’

Há até Prefeitura queimando combustível para “viagens” à lua.

Por: Marcelo Firmino
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

fotocriseEm meio à crise da economia e do próprio governo – em queda livre – no País, os prefeitos resolveram apertar o cerco por mais dinheiro. Em nível estadual, a Associação dos Municípios Alagoanos – AMA – tem sido a condutora dos protestos contra a crise.

Mas, tradicionalmente os prefeitos viveram reclamando da crise. Entra governo e sai governo e a choradeira é a mesma. Muitos dos problemas, no entanto, estão relacionados ao uso indevido do dinheiro público.

Neste caso, bem que a Ama deveria cortar na própria carne e não fechar os olhos para o prefeito que desvia o dinheiro da merenda escolar –e são tantos – para os que fazem descaso com as verbas da educação e da saúde e para os que preferem investir o dinheiro público na família, do que nas demandas legitimas da população de cada município.

Imagine que o próprio vice-presidente da Ama e ex-presidente da entidade, Jorge Dantas (PSDB), prefeito de Pão de Açúcar, está sendo acusado, na Câmara Municipal, de gastar 45 mil litros de combustíveis por mês.

Isso é apenas um caso. Mas, os prefeitos de São Luiz do Quitunde, Joaquim Gomes, Viçosa, União dos Palmares, Rio Largo, Traipu vivem enrolados com denúncias de malversação do dinheiro público. E não só eles.

Não há uma só região de Alagoas onde prefeitos não tenham problemas com as contas da administração. O pior é que, na maioria das vezes com a benevolência das Câmaras Municipais, omissas no cumprimento do dever.

O negócio é o venha a nós. E quanto mais, melhor.  A lei exige que os senhores prefeitos gastem corretamente e façam a prestação de contas normalmente. A lei exige, mas ninguém cumpre.

Quando assumem as prefeituras os gestores misturam o público com o privado e tratam a gestão como uma empresa familiar.

Não são poucos, infelizmente, os administradores desonestos que se apropriam de dinheiro público enquanto a população fica sem atendimento médico, sem merenda escolar, sem obras e serviços essenciais para viver com mais conforto e dignidade, como bem observa a Controladoria Geral da União.

E assim alguém tem que levar a culpa. O governo federal ou a Dilma (na moda) é a Gení.

 

 

 

1 Comentário

  1. Meus parabéns Marcelo Firmino.

    Adriel Batista Correia de Melo

Deixe o seu comentário