26 de abril de 2015 • 1:20 pm

Cotidiano

O domingo é sempre uma festa na orla mais bonita do Brasil. É maceió

O domingo para relaxar com a encantadora cor do mar de Maceió e serviços gratuitos que ajudam você a relaxar em família.

Por: Marcelo Firmino
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page
SONY DSC

O passeio livre  e descontraído

SONY DSC

A beleza contadiante do mar de Maceió

SONY DSC

Serviços gratuitos do Sesi

SONY DSC

A capoeira bem jogada por jovens desportistas

SONY DSC

Na caminhada, sonhando com a “loira gelada”.

O  O domingo é uma festa e o mar de Maceió convida a todos para participar dela. Quem sai a passear  pela orla percebe bem o que representa esse dia. Tudo é muito familiar. Desde a criança circulando de patins até o desfile natural de jovens e velhos em seus momentos de descontração. É o lazer dominical para todos os gostos.

Com  a rua fechada da orla da Pajuçara até a Ponta Verde famílias inteiras aproveitam para curtir a natureza sem muito esforço. Esse hábito em Maceió já é uma tradição há vários anos. O engenheiro Humberto Braga fez seu passeio na rua fechada pela primeira vez. Mora na parte alta da cidade e disse que ficou encantado com a descontração, sobretudo diante de uma temperatura superior a 35 graus.

-Sempre vim a pracinha do Acarajé e depois de certo tempo voltava para casa, mas agora percebi que o passeio do Sete Coqueiros até a Ponta Verde é prazeroso. Certamente virei mais vezes para essa caminhada, até por que no final sempre há espaço para uma geladinha. – Disse ele.

Evalda Freire é frequentadora assídua do domingo de lazer na orla. Costuma sentar com a família nos canteiros, entre os coqueirais, e se entrega aos encantos naturais, curtindo até aonde a bela vista alcançar. “Já me vicei nesse espaço e venho todos os domingos com meu velho e os netos que gostam de andar de bicicleta. Vale a pena por que a gente relaxa”, disse. E ela tem razão. No domingo há serviços na orla gratuitos, como a massagem terapeutica, a capoeira jogada com boa técnica e perícia para quem gosta desse esporte e uma cor do mar que enchem os olhos do mais desatento mortal.

São, portanto, boas e baratas maneiras de aproveitar o domingo em família. Descansar e unir o útil ao agradável é ordem geral para quem gosta se sobra água fresca ou “loira gelada”.

Deixe o seu comentário