8 de julho de 2016 • 3:54 pm

Bleine Oliveira » Blogs

O que a CUT e RR Soares têm em comum?

Há sim, uma luz no final do túnel Duas notícias devem ser analisadas como prova de que a democracia brasileira se consolida, e que a corrupção tende, ao menos, a…

Por: Bleine Oliveira
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Há sim, uma luz no final do túnel

Duas notícias devem ser analisadas como prova de que a democracia brasileira se consolida, e que a corrupção tende, ao menos, a diminuir.

A primeira notícia é o indiciamento, pela Polícia Civil do Distrito Federal, do presidente nacional da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Vagner Freitas, por incitação ao crime.

A razão foi o discurso que ele fez, em solenidade dentro do Palácio do Planalto, em agosto de 2015, convocando manifestantes a “pegarem em armas” para defender o mandato de Dilma Rousseff. Uma ação irresponsável!

Defender e se manifestar sobre convicções político-ideológicas é um direito incontestável de cada cidadão brasileiro. Mas para isso não se pode desrespeitar as instituições, nem as leis.

A outra notícia é a decisão da Justiça Federal de São Paulo de suspender liminarmente os passaportes diplomáticos do pastor R. R. Soares, da Igreja Internacional da Graça de Deus, e da mulher dele, Maria Magdalena Bezerra Ribeiro Soares.

Segundo a decisão, a concessão dos passaportes significaria “desvio de finalidade, mero privilégio, incompatível com o interesse público e o princípio da moralidade”.

O tal RR tem cinco dias para devolver os passaportes.

Nota 10 para o advogado Ricardo Amin Abrahão Nacle, que impetrou ação popular contra a vergonhosa medida.

E nota zero para José Serra (PSDB), que teve a vergonhosa iniciativa de conceder os passaportes diplomáticos aos vigar (ops), digo, ao pastor e sua senhora..

A partir da operação Lava Jato, todo brasileiro deve ficar atento e denunciar o que for ilegal e imoral.

Não podemos perder a luta contra a corrupção!

Deixe o seu comentário


Publicidade