28 de julho de 2016 • 1:13 am

Blogs » Fátima Almeida

O silêncio do TJ sobre o corte das vantagens de Washington Luiz

O Tribunal de Justiça de Alagoas preferiu adotar a lei do silêncio sobre a decisão do presidente interino, João Luiz de Azevedo Lessa, de cortar os benefícios recebidos pelo desembargador…

Por: Fátima Almeida
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O Tribunal de Justiça de Alagoas preferiu adotar a lei do silêncio sobre a decisão do presidente interino, João Luiz de Azevedo Lessa, de cortar os benefícios recebidos pelo desembargador Washington Luiz, presidente que foi afastado por decisão do Conselho Nacional de Justiça.

Ele responde a ações por supostas irregularidades na conduta de magistrado. E o seu afastamento foi definido pelo Supremo Tribunal de Federal, atendendo solicitação do CNJ.

A decisão do presidente interino foi noticiada pela manhã, no blog do jornalista Ricardo Mota (TNH1), mas até a noite não havia manifestação oficial do TJ sobre o assunto. 

Segundo consta, Washington está sem receber auxílio Moradia e auxílio Alimentação, e a decisão pelo corte dos benefícios foi do atual presidente do TJ, João Luiz de Azevedo,

E depois disso, ninguém mais da casa dos espelhos falou no assuno.

Panorama

Historiador Geraldo de Majella preparando o lançamento de sua mais nova obra literária: Panorama Cultural de Maceió, pela editora Lumeeiro. Programado para o dia 8 de agosto, às 19h, na Pizzaria Armazém Guimarães – Av. Amélia Rosa, no bairro de Jatiúca, em Maceió.

Registrado, Majella!

AJUSTE DE CONDUTA

O Ministério Público Municipal de Marechal Deodoro realizou nessa quarta-feira (27) a primeira audiência pública para discutir um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para o sistema de transporte coletivo no município. Participaram a Arsal, prestadores de serviços – ônibus, complementar, taxi, mototaxi – Prefeitura, moradores, e o Ifal MD, autor da demanda. As discussões foram conduzidas pela promotora Maria Aparecida Carnaúba e a ideia é avançar na construção de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC), que contemple as correção de falhas reclamadas pelos usuários.

SEM TRANSPORTE

Hora de colocar na pauta o atendimento às populações de Barra Nova, Santa Rita e Massagueira, comunidades bem populosas, que não dispõem de um sistema regular de transporte. É um absurdo o que os moradores desses povoados – sobretudo estudantes e trabalhadores, que dependem de transporte diariamente – sofrem para conseguir se deslocar. Praticamente não tem alternativa e são obrigados a percorrer longas distâncias, a pé, a qualquer hora do dia e da noite.

Taí o adendo na pauta, Doutora Aparecida.

É BRONCA

O desembargador Pedro Augusto Mendonça, do Tribunal de Justiça de Alagoas, manteve suspensa a eleição para presidência da Câmara de Vereadores de São Luís do Quitunde, realizada em março deste ano para preenchimento do cargo, vago com a morte do antigo presidente. De acordo com o processo, nem houve convocação de sessão para este fim. A eleição foi feita no apagar das luzes de uma sessão qualquer. Resultado, o processo foi anulado, e o presidente eleito Cleomenes de Amorim, foi afastado.

É cada uma…

 

Deixe o seu comentário