10 de junho de 2015 • 10:13 am

Cotidiano » Política

Morte, medo e terror na madrugada da Grota do Cigano

O clima de terror tomou conta da área na madrugada. Dividida parte da população aplaude e outra parte protesta contra a ação militar

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
Colaboração: Amaro Bandeira (fotos)
Medo e terror na Grota

Medo e terror na Grota

polícia ocupou a Grota de madrugada.

polícia ocupou a Grota de madrugada.

IMG-20150610-WA0021

As informações não são precisas. Os mordaores da Grota do Cigano afirmam que a policia entrou na área atirando. Matou dois rapazes tidos como traficantes – Careca e Dan – e logo em seguida outro chamado Érick. A polícia diz que eles foram mortos na troca de tiros. Ainda segundo moradores, nessa ação pessoas inocentes teriam sido feridas.

Vale, desta maneira, a máxima do secretário Gaspar, que nestes casos morram mil bandidos e nunca um policial. Dificil é saber exatamente como tudo aconteceu, se a ação policial se deu longe dos olhares curiosos, durante a madrugada desta quarta-feira, 10.

Há revolta de uma parte dos moradores da Grota do Cigano, como há também satisfação de muitos outros pela ação do aparato militar que tomou conta da área.

O certo é que a Polícia tem atuado exatamente desta maneira nas áreas de risco da capital, para fazer a chamada limpeza do ambiente controlado por traficantes. Está em voga a máxima desse novo tempo de governo de que “bandido bom é bandido morto”. Pelo menos enquanto forem os bandidos da periferia.

Diante de mais essa ação o Jacintinho e todo seu entorno vive mais um drama com a violência desenfreada que intranquiliza famílias. E o pior é quando há a ação policial de ocupação de áreas, nunca há a preocupação de saber de fato quem é bandido e quem é cidadão de bem.

Lojistas – Quando chegaram para trabalhar logo cedo os lojistas do Jacintinho constataram o cenário de terror no bairro. Muitas lojas estavam com as portas arrebentadas. Os marginais da Grota do Cigano foram responsabilizados por um arrastão na área. Outras informações de populares dizem que foram moradores em protesto contra a ação militar que chegou na madrugada disparando tiros. O argumento policial é de que houve confronto.

Deixe o seu comentário