2 de novembro de 2017 • 6:00 am

Turismo

Ocupação hoteleira na região do Sertão de AL é de 95% no feriadão de Finados

Número alcança 83% em todo o Estado, representando um aumento de 12% em relação ao mesmo período do ano passado

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Os números do turismo em Alagoas não param de crescer. Neste feriadão de finados, que começa nesta quinta-feira (2), a taxa de ocupação hoteleira chega a 83% no Estado. Os dados são da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis em Alagoas (ABIH/AL) e apontam um crescimento representativo de 12%, já que ano passado a taxa de ocupação foi de 71%.

Trabalho da Sedetur tem impulsionado os ótimos índices em todas as regiões com potencial turístico em Alagas. Foto: Kaio Fragoso

Este número é uma média gerada entre todos os hotéis e pousadas do Estado. Há regiões onde esta porcentagem é ainda maior. É o caso da região do Alto São Francisco, que engloba cidades como Piranhas, Delmiro Gouveia e Olho D’Água do Casado e que apresenta uma taxa de ocupação de 95% para este feriadão de finados. Já na Costa dos Corais, onde ficam Maragogi, Japaratinga e São Miguel dos Milagres, 65% da capacidade hoteleira está reservada.

À frente da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), Rafael Brito explica que o trabalho do Governo do Estado tem impulsionado esses índices.

Os feriadões prolongados estimulam o turismo regional, fazendo com que os nordestinos conheçam outras capitais da região. No feriado de Nossa Senhora Aparecida, dia 12 de outubro deste ano, a taxa de ocupação também foi alta, chegando a 80% da capacidade hoteleira.

Com intuito de fomentar o turismo regional, a Sedetur tem promovido ações para manter os bons índices de ocupação hoteleira, atraindo turistas para Alagoas. É o caso da participação da pasta no 7º Festival de Turismo de João Pessoa, da capacitação de agentes de viagem em Caruaru (PE) e na própria capital paraibana e da constante realização de press trips com jornalistas da imprensa nacional e influenciadores digitais.

Deixe o seu comentário