26 de julho de 2016 • 5:36 pm

Brasil » Justiça

Odebrechet propõe R$ 15 milhões a executivos que assumirem crimes

A informação foi revelada pela colunista Mônica Bergamo, da Folha. Andrade Guiterrez deve seguir a proposta.

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Conforme aumenta a possibilidade de acordo de delação premiada na Lava Jato, cresce a tensão interna na OAS e na Odecrecht, informa Monica Bergamo na Folha de S. Paulo. Executivos que precisam assumir práticas ilegais estariam desconfortáveis com a orientação das empreiteiras, e alguns ameaçam rebelião.

A situação estaria ainda mais complicada na OAS, em meioao desencontro sobre o peso que se daria à participação de acionistas da família Mata Pires nas irregularidades — que afetaria o peso sobre os executivos da empreiteira.

Já a Odebrecht estaria recorrendo a um programa informal de indenizações a diretores, que ficariam com dificuldades no mercado de trabalho depois que confessarem a prática de crimes. A Andrade Gutierrez também estaria recorrendo a estratégia semelhante.

A oferta da Odebrecht varia com o tempo que cada um dos diretores ainda poderia trabalhar pela empresa. Em alguns casos, a oferta passa de R$ 15 milhões, e pode chegar a valores bem maiores, de acordo com a colunista.

Deixe o seu comentário