5 de dezembro de 2017 • 10:22 am

Corrupção » Policia

Operação da PF apreende muito dinheiro com investigados em Maceió

A operação da Polícia Federal realizada nesta terça-feira, 5, apreendeu grande quantidade de dinheiro em residências dos investigados. A PF não revelou os nomes nem a quantidade de dinheiro apreendida….

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A operação da Polícia Federal realizada nesta terça-feira, 5, apreendeu grande quantidade de dinheiro em residências dos investigados. A PF não revelou os nomes nem a quantidade de dinheiro apreendida.

Federais contam dinheiro apreendido

A operação é realizada em conjunto com a Receita Federal e foi batizada de “Kali”. Os agentes federais investigam uma suposta organização criminosa que está envolvida em desvio de recursos público, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro.

Além de Alagoas, também são cumpridos mandados nos estados de Pernambuco e Maranhão. Na capital Maceió, Um dos locais onde estão sendo cumpridos os mandados é um apartamento localizado no bairro da Ponta Verde.

Mais de 100 policiais federais e equipes da Receita Federal foram acionadas para cumprimento de 25 mandados de busca e apreensão, ordens de sequestro de bens e bloqueios de contas e veículos, expedidos pela 2ª Vara Federal de Alagoas. O ex-prefeito de Marechal, Cristiano Matheus, é um dos investigados.

A ação é um desdobramento da Operação Astaroth (desvio de verbas de merenda e transporte escolar para compra de postos de combústivel no Maranhão), deflagrada em julho de 2017 que desvelou um grande esquema de desvio de recursos públicos da Prefeitura Municipal de Marechal Deodoro/AL, ocorrido entre os anos de 2009 e 2016.

O nome “KALI” é uma alusão à deusa hindu que é considerada a destruidora da maldade e ceifadora de demônios.

Deixe o seu comentário