26 de agosto de 2016 • 1:43 pm

Justiça

Otávio Praxedes é o novo presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas

Celyrio Adamastor Accioly será o vice-presidente; e Paulo Barros da Silva Lima será o corregedor-geral de Justiça

Por: Fátima Almeida
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page
Otávio Paxedes, ladeado por Paulo Lima (e) e Celyrio (d). Foto: Caio Loureiro

Otávio Paxedes, ladeado por Paulo Lima (e) e Celyrio (d). Foto: Caio Loureiro

O desembargador Otávio Leão Praxedes foi escolhido nesta sexta-feira (26), para presidir o Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL) no biênio 2017-2018. Ao seu lado, foram eleitos os desembargadores Celyrio Adamastor Tenório Accioly para a vice-presidência; e Paulo Barros da Silva Lima para o cargo de corregedor-geral de Justiça.

A sessão do Pleno que escolheu a cúpula diretiva foi presidida pelo desembargador João Luiz Azevedo Lessa, que permanece na presidência até o final de 2016. João Luiz parabenizou os eleitos e destacou as qualidades do futuro presidente. “Vossa excelência tem inteligência e idoneidade, e conduzirá o Tribunal muito bem”, disse.

“No alto da minha humildade, devo confessar que jamais pensei em receber tamanha honraria. Farei o possível para honrar o cargo e minha instituição”, respondeu o presidente eleito Otávio Praxedes, pedindo o apoio de todos os demais membros da Corte para a nova missão. “Tenho apreço ao diálogo e estou aberto a novas ideias. Preciso do apoio dos meus pares, no exercício da Presidência, pois ninguém é forte sozinho”.

Sobre o exercício da magistratura, Praxedes afirmou que “os magistrados devem inspirar confiança e segurança aos jurisdicionados, jamais o temor” e que o Poder Judiciário deve ser motivo de orgulho para a sociedade.

QUEM É

Nascido em 26 de novembro de 1952, em União dos Palmares, Otávio Praxedes é formado em Direito pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e em Administração Pública pelo Centro Universitário Cesmac. Possui doutorado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidad del Museo Social Argentino (UMSA).

Ingressou na magistratura em dezembro de 1986, atuando nas comarcas de Delmiro Gouveia, Porto de Pedras, Pão de Açúcar, Palmeira dos Índios, Porto Calvo, Arapiraca e Maceió.

Foi juiz auxiliar da Presidência do TJ/AL no biênio 2007/2008, além de coordenador da Comissão de Informática do Judiciário, no mesmo período. Promovido ao cargo de desembargador em 2009, pelo critério de merecimento, passou a integrar a Câmara Criminal. Em 2012 assumiu ainda a função de gestor estadual das metas 3 e 4 da Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (Enasp).

OUTROS CARGOS 

A sessão do Pleno também elegeu, para compor o Conselho da Magistratura, os desembargadores João Luiz Azevedo Lessa e Domingos de Araújo Lima Neto, e indicou, para preenchimento das vagas do TJ no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), no biênio 2017 – 2018, os desembargadores José Carlos Malta Marques e Pedro Augusto de Araújo Mendonça. Para suplentes no TRE, foram indicados Tutmés Airan de Albuquerque Melo e Elisabeth Carvalho Nascimento.

Para as vagas de juristas membros do TRE, foram indicados os advogados João José Accioly Araújo, Adriano Avelino e Luiz Vasconcelos Neto. Como suplentes, foram indicados os advogados Luiz Guilherme, Davi Lima e Fernando Maciel.

 

 

Deixe o seu comentário