30 de Maio de 2016 • 10:35 am

Brasil » Política

Outro ministro de Temer gravado tentando barrar a Operação Lava Jato

O curioso é que o personagem é o ministro da Transparência Fiscalização e Controle.

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O agora ministro da Transparência, Fiscalização e Controle do presidente interino Michel Temer, Fabiano Silveira, criticou a Operação Lava Jato e orientou investigados quando era conselheiro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), órgão que fiscaliza o Poder Judiciário. Fabiano Silveira foi gravado pelo ex-diretor da Transpetro, Sérgio Machado, agora delator da Operação.

No áudio, depois de Machado criticar o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, Silveira diz: “Eles estão perdidos nessa questão [da Lava Jato]”. Os áudios foram exibidos pelo programa Fantástico, da TV Globo.

De acordo com a reportagem, a gravação foi feita no final de fevereiro, na casa do presidente do Senado, Renan Calheiros.

Machado informou que foi à casa de Renan para conversar sobre providência a tomar em relação à Operação Lava Jato. Ele disse aos procuradores ainda que um outro advogado, Bruno Mendes, esteve no encontro

A reportagem indica que o agora ministro Fabiano Silveira e o advogado Bruno Mendes orientaram os investigados sobre como lidar com a Procuradoria-Geral da República (PGR). O ministro também teria procurado integrantes da força-tarefa da Lava Jato para pedir dados de inquéritos sobre peemedebistas.

Fabiano recomendou ainda que Sérgio Machado procurasse o relator de um dos processos da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), sem citar nomes.

.

Deixe o seu comentário