15 de outubro de 2016 • 2:38 pm

Saúde

Outubro rosa: Mulheres que estão na mira do câncer de Mama

Santa Casa desenvolve ações de prevenção

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

 

Por Theodomiro Jr.

O câncer de mama levou a óbito 115 alagoanas somente nos sete primeiros meses deste ano. Somente este ano, outras 520 deverão ter confirmado o diagnóstico da doença. Mas, e daí? Diante desta realidade, o que você pode fazer para não entrar nesses números?

 A prevenção é fundamental.

A prevenção é fundamental.

Esse é o desafio proposto pela campanha Outubro Rosa e que vem permeando ações na Santa Casa de Maceió, como palestras e distribuição de botons, realizadas pela Cipa e Rede Feminina de Combate ao Câncer.

A receita para prevenir o câncer de mama é simples mas exige uma mudança de atitude. A lista de “ingredientes” inclui evitar a obesidade, manter uma dieta equilibrada, praticar exercícios físicos regularmente, evitar bebidas alcoólicas e reduzir a exposição a radiações ionizantes.

Segundo o mastologista João Aderbal, a receita inclui ainda outros ingredientes: “Estão mais predispostas a ter a doença mulheres que fazem uso da terapêutica conhecida como reposição hormonal, que deve ser realizada de forma criteriosa pelo médico; pessoas que tem lesões hiperplásicas da mama, pacientes com histórico familiar ou com mutações genéticas constatadas pelo médico através de exames oncogenéticos.

Campanha do outubro rosa.

Campanha do outubro rosa.

Diagnóstico –A mamografia (radiografia da mama) permite a detecção precoce do câncer ao mostrar lesões em fase inicial, que por serem muito pequenas (medindo milímetros) são difíceis de serem identificadas pelo autoexame.

O Instituto Nacional do Câncer indica que a mamografia seja realizada a cada dois anos entre 50 e 69 anos. Já a Sociedade Brasileira de Mastologia recomenda 40 anos ou de acordo com o histórico familiar.

 

 

 

Deixe o seu comentário


Publicidade