17 de novembro de 2017 • 5:20 am

Maceió

Passagem de ônibus: Aumento do valor em Maceió pode ser maior que o previsto em 2018

Prejuízos segundo empresas superam R$ 4 milhões mensais com a queda do número de usuários

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O aumento da tarifa das passagens de ônibus da capital, previsto para acontecer em janeiro do posso ano, pode sofrer influencias do preço de combustível e a diminuição na quantidade de passageiros em Maceió.

De acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros de Maceió (Sinturb), só a diminuição no número de usuários de ônibus implica em perdas de R$ 4 milhões por mês.

Até o dia 31 de outubro, mais de 630 mil pessoas deixaram de usar ônibus neste ano, uma querda de 10% se comparado com 2016. No ano passado, foram transportados 6,4 milhões de passageiros, já menor que os de 2015, com um total de 6,9 milhões.

Para a categoria, esse é a maior queda na quantidade de passageiros nos últimos quatro anos. Isso estaria relacionado com a migração dessas pessoas para transportes via aplicativo ou os clandestinos.

No comunicado, a entidade externa sua preocupação com a presente realidade, já que este seria o maior declínio de passageiros dos últimos quatro anos. “Os empresários acreditam que este público não mudou de perfil, tendo migrado para outros transportes, como os veículos de aplicativos, além do transporte clandestino”, diz o sindicato.

Diesel

Segundo a Sinturb, ainda há o encarecimento de insumos como o diesel, que teve um reajuste de 7%. Em Maceió, no mês de maio, as empresas pagavam R$ 2,30 por litro. Agora, cada litro sai por R$ 3.

O reajuste anual está previsto no contrato firmado pela prefeitura com as empresas. O último ocorreu em fevereiro deste ano, quando a tarifa passou de R$ 3,15 para os atuais R$ 3,50.

Deixe o seu comentário