14 de julho de 2016 • 6:47 pm

Brasil » Política

Paulão cumpre decisão do PT e não vota no segundo turno na Câmara

Deputado diz que Marcelo Castro tinha o melhor perfil para a presidência da Câmara.

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O Deputado federal Paulão (PT) que votou em Marcelo Castro  para a presidência da Câmara dos Deputados, no primeiro turno da eleição, não participou da votação do segundo turno que acabou elegendo Rodrigo Maia (DEM-RN) como o substituto de Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Paulão: contra Maia.

Paulão: contra Maia.

Segundo Paulão, a orientação da direção do Partido dos Trabalhadores foi votar contra o golpe e contra Cunha. O partido, disse, visualizou que o único candidato com chances de vitória que encarnava esse perfil era exatamente o peemedebista Castro, que inclusive votou contra o impeachment da Presidente Dilma.

Ele destacou que a prova maior deste argumento é o fato de “o governo golpista de Temer” ter trabalhado incessantemente para eleger o candidato Rogério Rosso (PSD-DF), que era o preferido do Planalto e, sobretudo, de Eduardo Cunha.

-Temer trabalhou incessantemente para impedir a ida do deputado Marcelo Casto para o segundo turno dessa eleição. Investiu inclusive buscando dispersar a esquerda neste processo e conseguiu êxito. – Disse Paulão.

O deputado afirmou ainda que, apesar de tudo isso, a bancada do PT vai continuar na luta em defesa dos direitos sociais, trabalhistas e econômicos dos trabalhadores e da população brasileira, bem como atuando nas trincheiras do “#foraCunha e #foraTemer”.

 

 

Deixe o seu comentário