1 de agosto de 2017 • 10:47 am

Educação

Paulão destaca papel do Ifal e cobra construção da unidade de São Miguel

Deputado diz que Ifal é instrumento de desenvolvimento socioeconômico para cada região

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Depois de uma reunião com a direção do (Ifal) Instituto Federal de Alagoas – antiga Escola Técnica Federal de Alagoas (Etfal), para cobrar a construção do Ifal de São Miguel dos Campos, o deputado federal Paulão (PT) foi comunicado pelo reitor da instituição, Sérgio Teixeira, que até o fim deste ano será realizada a licitação para retomada das obras.

O deputado Paulão foi o responsável pelos recursos federais, ainda no governo Lula para a construção do Ifal de São Miguel. Também é responsável pelos recursos do Ifal de Rio Largo, cujas obras foram paralisadas, assim como de Santana do Ipanema. No caso de Rio Largo ação do parlamentar somou-se a mobilização do senador Fernando Collor que também se engajou na defesa da obra.

Paulão na audiência na reitoria do Ifal.

“Na verdade, além da construções dos prédios do Ifal que estão parados em São Miguel, Rio Largo e Santana, sinto que é meu dever brigar ainda mais pela manutenção e expansão dos que estão em funcionamento em Maceió, Palmeira dos Indios, Marechal Deodoro, Piranhas e Arapiraca, considerando que essas instituições, hoje de ensino superior e não apenas técnico, são responsáveis pela formação em alto nível de milhares de jovens alagoanos”, disse Paulão.

Para ele, o Ifal atua como vetor de modificação da realidade sócio e econômica de todas as regiões onde se instala, graças a qualidade do ensino que proporciona aos alunos e a formação dos profissionais que saem da instituição. “O fundamental é que haja ação na valorização de cada Ifal, assegurando melhores condições de trabalho para todos que trabalham na transmissão do conhecimento ao alunado”, destacou.

Disse o deputado que tem esse compromisso com o Ifal por que foi aluno da instituição, ainda quando era Etfal, em Maceió, no período de 71 a 74, quando se formou em Eletrotécnica e, em seguida, fundou a Associação dos Técnicos Industriais de Alagoas (Atial), já como servidor da Ceal.

“O Ifal é um celeiro importante de conhecimento e formação profissional com forte influência no desenvolvimento de cada região e esse princípio precisa ser muito mais valorizado, por que Alagoas precisa de sua juventude bem preparada”, pontuou Paulão.

No encontro da reitoria do Ifal, em Maceió, o deputado esteve acompanhado do vereador Jalmir Santos, de São Miguel

Deixe o seu comentário