16 de dezembro de 2016 • 11:15 am

Brasil » Política

Paulão presta homenagem a Dom Evaristo Arns na Câmara dos Deputados

Paulão: Dom Evaristo Arns foi um incansável batalhador pelos direitos do povo brasileiro

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Em discurso no plenário da Câmara, o deputado federal Paulão (PT) prestou uma homenagem ao arcebispo de São Paulo, Dom Evaristo Arns, que morreu esta semana. Segundo o deputado, o arcebispo plantou as sementes da cidadania no Brasil.

Paulão: homenagem a Dom Evaristo Arns

Destacou a caminhada do arcebispo, principalmente pelas lutas em defesa dos direitos humanos e de enfrentamento à ditadura militar em seu período mais crítico. “Ele fez o enfrentamento ao general Emílio Garrastazu Médici, defendendo as liberdades democráticas e condenando a repressão a que o regime militar submetia o povo brasileiro”, disse.

Paulão disse que o próprio Congresso Nacional deve uma homenagem ampla e justa ao Dom Evaristo Arns pelo que representou para o povo brasileiro e principalmente pela dedicação à abertura política.

Lembrou que Dom Paulo foi um lutador incansável contra a tortura de presos políticos, ao ponto de abrir as portas da Catedral da Sé para amparar as famílias de jovens que foram perseguidos e de desaparecidos durante o período de exceção.

Dom Arns, segundo Paulão, teve papel fundamental na investigação do caso Wladimir Herzog, o jornalista diretor da TV Cultura, que foi preso, torturado e morto no Doi-Codi e, na época, os militares divulgaram a causa da morte como suicídio, “no entanto a investigação mostrou que ele foi assassinado nos porões do arbítrio”. Neste caso, Dom Evaristo Arns foi uma das primeiras vozes do Brasil a cobrar o esclarecimento da morte de Herzog.

Para Paulão, o arcebispo foi um homem à frente do seu tempo, mas além disso um incansável batalhador pelos direitos sociais e pela cidadania do povo brasileiro.

Deixe o seu comentário