10 de novembro de 2015 • 2:55 pm

Política

PC já tem decreto para prender fazendeiro e militares que mataram vereador Renildo

Com os “decretos” renovados pelo juiz Geraldo Amorim, titular da 9ª Vara Criminal da Capital, a Polícia Civil já pode efetuar a a prisão do fazendeiro José Renato de Oliveira…

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Com os “decretos” renovados pelo juiz Geraldo Amorim, titular da 9ª Vara Criminal da Capital, a Polícia Civil já pode efetuar a a prisão do fazendeiro José Renato de Oliveira e Silva, do policial militar Luiz Marcelo Falcão, e do ex-PM Paulo Jorge de Lima. Os três foram condenados como autores do assassinato do vereador Renildo José dos Santos, do município de Coqueiro Sêco.

O crime foi praticado em 10 de março de 1993, e teve caráter homofóbico. Submetidos ao Tribunal do Júri, em 2006, os três foram condenados a 18 anos e seis meses de prisão, mas a sentença nunca foi cumprida em função do recursos judiciais impetrados pela defesa.

Nesta segunda-feira, 9, o juiz Geraldo Amorim renovou a prisão, considerando que em todos os recursos as sentenças de condenação foram mantidas. O fazendeiro José Renato foi condenado como mandante, o militar, que hoje é oficial, e o ex-PM, como executores.

No despacho em que renovou a prisão, o magistrado determinou que o processo não tem mais segredo de justiça.

Deixe o seu comentário