7 de agosto de 2015 • 2:03 pm

Cotidiano

Penicilina deve ser aplicado nas unidades básicas de saúde

Presidente do Coren destaca medida que vai favorecer o controle do sífilis no Brasil.

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

descoberta-da-penicilinaA Presidente do Conselho Regional de Enfermagem, Zandra Maria Cardoso Candiotti, participou na manhã de ontem de uma videoconferência promovida pelo Ministério da Saúde junto com representantes da Secretaria de Estado da Saúde, Secretaria Municipal de Saúde de Maceió e uma representante local do Ministério da Saúde, para abordar o tema do Uso da Penicilina na Atenção Básica para prevenção da Sífilis congênita.

Durante a reunião, foram debatidos temas como o Panorama da Sífilis no Brasil e nas Unidades da Federação; as principais estratégias de enfrentamento da doença; o papel da enfermagem no combate à Sífilis e, em especial, a divulgação da revogação do parecer do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) sobre as exigências para administração da penicilina na rede de Atenção Básica à Saúde (ABS).

Tal decisão é importante para ser  amplamente divulgada devido à penicilina constituir uma das mais importante classes de antibióticos,  muito utilizadas no tratamento clinico de infecções causadas por diversas bactérias.

“A revogação do parecer está pautada em estudos bem como em determinações ministeriais e visa favorecer o uso da penicilina para controle  da sífilis no Brasil”, explica a presidente do Coren, Zandra Candiotti.

Deixe o seu comentário