20 de julho de 2017 • 9:16 am

Policia

PF investiga organização criminosa acusada de desviar R$ 6 milhões em Marechal

Operação também investiga prefeituras de Santana do Ipanema e Pão de Açúcar

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

O suposto desvio de R$ 6 milhões da Prefeitura de Marechal Deodoro, na gestão do ex-prefeito Cristhiano Matheus, levou a Polícia Federal a fazer buscas e apreensõesna casa dele nesta quinta-feira, 20.

PF faz buscas e apreensão na casa de ex-prefeito.

A PF informou que investiga uma suposta organização criminosa na Prefeitura, que teria desviado verbas oriundas do Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar e Programa Nacional de Alimentação Escolar. A organização é acusada ainda de ter praticado lavagem de dinheiro.

De acordo com as primeiras informações, policiais federais estavam nesta manhã no apartamento do ex-prefeito de Marechal Deodoro, Cristiano Matheus, no bairro da Ponta Verde, na capital. Ele é um dos alvos da operação.

Conforme a assessoria de comunicação da PF, a operação denominada Astaroth cumpre 17 mandados de busca e apreensão e de sequestro de bens dos municípios de Maceió, Santana do Ipanema, Marechal Deodoro e Pão de Açúcar.

Foram empregados cerca de 100 policiais federais para o aludido cumprimento. Entrevista coletiva será concedida às 10:30 da manhã no auditório da Polícia Federal para maiores esclarecimentos.

 

Deixe o seu comentário