6 de outubro de 2016 • 11:36 am

Policia

Irmãos acusados na morte de professor ficaram calados na apresentação

Os acusados ainda não confessaram a autoria.

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Os irmãos Émerson Palmeira da Silva e Anderson Leandro Palmeira da Silva foram apresentados nesta quinta-feira, 06, pela Secretaria de Segurança Pública, como os responsáveis pelo assassinato do professor de Química da Ufal, Daniel Thiele.

Os dois irmãos acusados no crime

Os dois irmãos acusados no crime

A primeira linha da investigação foi sobre latrocínio ou crime passional. No entando, ao apresentar os acusados, a polícia não confirmou nem uma das duas situações e nem revelou o que poderia ter levado ao crime bárbaro do professor.

Daniel Thiele foi encontrado morto, nesta quinta-feira,  com o corpo carbonizado dentro do próprio carro em um canavial no município de Rio Largo.

Thiele, que é doutor em Química, desapareceu no último dia 20 de setembro. Ele deu sua última aula na universidade no dia anterior ao desaparecimento. Como não apareceu para dar aulas, a Ufal passou a procurá-lo e ainda denunciou o cso à polícia.

Apolícia prendeu duas  pessoas estão presas na sede da Divisão Especial de Capturas (Deic). A Secretaria de Estado da Segurança Pública de Alagoas (SSP-AL) disse que o corpo será submetido a exames de DNA e da arcada dentária para identificar se de fato se trata do professor desaparecido.

 

Deixe o seu comentário