11 de agosto de 2016 • 8:52 am

Policia

Policia Federal aperta o cerco contra assaltantes de agências dos Correios

Operação Ascaris cumpre mandados de busca e apreensão, hoje pela manhã. PF vai divulgar fotos e oferecer recompensa para localizar criminosos

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

A Policia Federal (PF-AL) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (11) a Operação Ascaris, visando ao cumprimento de cinco mandados de busca e apreensão nas residências de pessoas acusadas de envolvimento em crimes de roubo contra as agências dos Correios das cidades de Tanque D’Arca, Ibateguara e Taquarana, no interior do Alagoas.

Os crimes aconteceram em janeiro, fevereiro e outubro de 2015, respectivamente. De acordo com informações da PF, das cinco pessoas, alvos dos mandados expedidos, três já estão presas, uma está em liberdade provisória, monitorada com uso de tornozeleira eletrônica e a outra será indiciada nos próximos dias.

Os três presos, segundo a assessoria da PF, são os mesmos que praticaram ação de roubo contra a agência dos Correios da Barra de São Miguel dos Campos, em dezembro passado, quando vários clientes e funcionários foram feitos reféns dos bandidos. As investigações apontam que eles teriam participação também em outros assaltos.

Os mandados de busca e apreensão, segundo a PF, têm o objetivo de buscar mais elementos relacionados à pratica criminosa, como armas e outros objetos que possam robustecer provas já existentes de participação dessas cinco pessoas nos delitos dos quais são acusados.

De acordo com a PF, existem outros envolvidos em assaltos a agências dos Correios, que ainda não foram presos. A polícia informou que vai divulgar fotografias, na tentativa de contar com a colaboração da população na identificação e localização desses criminosos, por meio do telefone 3216 6767.

Fala inclusive em recompensa, dependendo da relevância da informação.

REUNIÃO

Ontem pela manhã, representantes do Sindicato dos Trabalhadores na Empresa de Correios e Telégrafos de Alagoas (Sintect/AL) se reuniram com o secretário de Segurança Pública em Alagoas, coronel Lima Junior, delegados da Polícia Civil e representantes da Polícia Federal em Alagoas, para traçar estratégias de combate ao alto índice de assaltos ocorridos nas agências dos Correios.

Entre as propostas discutidas, estão a liberação de imagens das câmeras de segurança das agências e a oferta de recompensas para quem tiver informações das ocorrências e dos envolvidos.

Deixe o seu comentário


Publicidade