Policia

Divididos: Chapa 1 vence eleição do Sindpol com apenas 5 votos de diferença

15 de agosto de 2017 • 12:51 am
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Cinco votos de diferença. Esse foi o resultado da acirrada eleição do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol), realizada nesta segunda-feira (14), após vários entraves, inclusive de ordem jurídica, que provocaram até o adiamento da votação, antes prevista para para o dia 31 de julho. Por 588 votos contra 583, venceu a Chapa 1, encabeçada por Ricardo Nazário e apoiada pela atual diretoria.

Apesar do nome da chapa vencedora – Unidade – a campanha e o resultado da eleição em si mostraram que a categoria está mesmo é dividida.

A Chapa 2, encabeçada por Herbert Melanias, teve melhor desempenho no interior do Estado, disparando com enorme diferença nas regionais de Arapiraca (51 x 13) e Palmeira dos Índios (24 x 4). Venceu também nas regionais de São Miguel dos Campos, Batalha e Matriz de Camaragibe, e empatou em Viçosa, Santana do Ipanema, Penedo e Novo Lino. A Chapa 1 ganhou apenas em Delmiro Gouveia e União dos Palmares, entre as regionais do interior, mas tirou a diferença em Maceió, onde obteve 513 votos, contra 448 obtidos pela chapa adversária.

DISPUTA JURÍDICA

A eleição, que seria realizada no dia 31 do mês passado, foi suspensa por decisão do desembargador Fábio Bittencourt, do Tribunal de Justiça de Alagoas, para exigir que a comissão eleitoral disponibilizasse urnas e fiscais de votação nas regionais do interior do estado, atendendo a reclamação da chapa de oposição. O resultado mostrou que a preocupação era procedente, já que foi nas delegacias regionais onde a chapa dois teve melhor desempenho. e quase ganha a eleição.

Inicialmente o edital previa a votação somente na sede do sindicato, em Maceió, com o reforço de uma urna itinerante, o que seria um prejuízo à participação do pessoal do interior, como entendeu o desembargador. “Aqueles policiais civis que se encontram lotados em cidades do interior necessitarão percorrer dezenas ou centenas de quilômetros, abandonando seus postos de trabalho por longos períodos de tempo, caso desejem votar na eleição para a diretoria da associação da classe que compõem”, destacou o desembargador.

Aparentemente, tudo terminou em paz. A eleição, ocorrida nesta segunda-feira (14), contou com a participação de mais de 1.100 policiais civis da Capital e das delegacias regionais.

O presidente eleito, Ricardo Nazário, destacou a importância da união da polícia. “Não é mais a Chapa 1 ou a Chapa 2; somos todos policiais civis. O importante é esse momento democrático”, disse ele. O representante da Chapa 2, Hebert Melanias agradeceu a votação recebida e disse que foi uma honra participar das eleições do Sindpol.

Vitória foi comemorada com muita alegria, pela Chapa 1

(*) – Informações e foto: Assessoria do Sindpol


14 de agosto de 2017

PMs revoltados com soltura de mulher presa com ‘armas de aluguel’

POLÊMICA: Guarnição volta ao local da prisão e faz vídeo “se desculpando” com a acusada. Juiz reage e chama militares de palhaços.

11 de agosto de 2017

Violência: genro de Lula Cabeleira é assassinado em Delmiro Gouveia

Crime aconteceu no início da tarde, quando o empresário chegava em casa. Vários tiros foram disparados, provocando a morte instantânea de Rodrigo Alapenha.

10 de agosto de 2017

Operação da SSP tenta cumprir 25 mandados de prisão em Arapiraca

Também estão sendo cumpridos 49 mandados de busca e apreensão, todos expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital.

3 de agosto de 2017

Operação da Segurança prende em Sergipe dristribuidor de drogas para Alagoas

Acão foi desdobramento da Operação Dejavu, que já havia apreendido 40 quilos de rogas

27 de julho de 2017

Lava Jato prende ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras

Operação batizada de Cobra cumpre 3 mandados de prisão temporária e 11 de busca e apreensão

20 de julho de 2017

PF diz que ex-prefeito de Marechal teria comprado 3 postos de gasolina

A operação realizada pela PF investiga 14 pessoas, mas ninguém foi preso.

20 de julho de 2017

PF investiga organização criminosa acusada de desviar R$ 6 milhões em Marechal

Operação também investiga prefeituras de Santana do Ipanema e Pão de Açúcar

18 de julho de 2017

Menores são apreendidos e confessam assassinato de travesti

Polícia revela que Carla Viana, de 23 anos, foi morta por comentários sobre facção criminosa

6 de julho de 2017

Polícia Federal confirma fim do grupo da Operação Lava Jato em Curitiba

Mudanças ocorreram após Michel Temer trocar o comando do Ministério da Justiça