17 de julho de 2016 • 9:46 pm

Maceió » Policia

Jovem acusa policial civil de abuso de autoridade. Veja vídeos

O policial cometeu agressões físicas e verbais, além de quebrar uma caixa de som pertencente ao jovem

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Um jovem foi vítima de abuso de autoridade policial, no domingo (3) da semana passada. Segundo relato de Filipe Avelino, que é advogado, um policial civil teria utilizado sua autoridade para apreender  e depredar sua caixa de som, que já estava desligada, além de agredir o rapaz física e verbalmente.

Filipe havia alugado seu equipamento de som para uma festa e já estava removendo seu material, na porta da casa de festas, em Jacarecica, quando foi abordado por agentes da Polícia Civil (PC) e da Militar (PM), informando que teriam que recolher o equipamento de som.

A agressão iniciou quando, ao argumentar com um dos militares que estavam no local para explicar que a caixa estava desligada há quase uma hora e que não haveria necessidade para levá-la, um policial civil o chamou de “vagabundo, safado”, “filho da puta”, entre outros xingamentos.

O policial civil deu voz de prisão a Filipe, que foi encaminhado ao Complexo de Delegacias Especializadas (Code), no bairro de Mangabeiras. Após os procedimentos necessários, o policial teria se descontrolado mais uma vez. “Encarando, me avançou e novamente me chamando de ‘filha da puta safado’ disse que ele estava em casa e que eu tomasse cuidado, novamente e com muita calma exigi respeito”, relatou Filipe.

O policial então foi até o veículo onde estava o equipamento de som e o jogou no chão, rodando-o pelo caminho até a delegacia. Quando pediu para que o homem tivesse mais cuidado, ele xingou o jovem mais uma vez, e jogou a caixa no chão, quebrando-a e dando um tapa no rosto de Filipe.

“Não podemos generalizar toda categoria, mas pessoas desta estirpe não merecem fazer parte de um órgão de extrema importância para sociedade, que é a polícia civil”, desabafou o jovem. Um Boletim de Ocorrência foi aberto e testemunhas relataram e confirmaram o acontecido. “As providências estão sendo tomadas junto ao CONSEG e a Justiça, não podemos deixar impune um desequilibrado transvestido de policial que não respeita o cidadão”, concluiu.

Confira os vídeos:

Deixe o seu comentário