16 de agosto de 2016 • 3:41 pm

Policia

Policial diz no facebook que filha se matou, mas perícia aponta quatro perfurações à bala no corpo de Márcia Farias

Inquérito sobre o caso será conduzido por três delegados, sendo dois da Homicídios

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Márcia Rodrigues Farias Milton Omena Farias

Em postagem sua página no Facebook, o policial federal aposentado Milton Omena de Farias, tenta fazer crer que a filha, Márcia Rodrigues Farias, cometeu suicídio. E a razão, afirma o pai, seria “depressão que as circunstâncias econômicas lhe impuseram – como fruto dos desmandos do País”.

A manifestação do pai não encontra respaldo, já que, numa primeira análise, peritos do Instituto de Criminalística detectaram quatro perfurações de bala, no corpo de Márcia. Nesta terça-feira, o delegado geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, determinou que os delegados Tarcizo Vitorino, titular da delegacia de Paripueira; Fábio Costa (coordenador) e Lucimério Santos, da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) integrem uma comissão especial para apurar essa morte.

Parentes da vítima e testemunha começam a prestar depoimentos nesta quarta-feira (17). Aos 48 anos de idade, Márcia Rodrigues Farias foi encontrada no quarto da casa do pai, com perfuração no pescoço, no peito e nas costas. Uma pistola 765, que pertence a Milton Omena Faria, estava ao lado do corpo.

Nesta terça-feira, ele postou no Facebook a seguinte mensagem.

14 de agosto de 2016.

Dia dos pais traumático, cuja lembrança levarei para o túmulo.

Minha querida filha Márcia Rodrigues Farias, hoje, na minha casa, vencida pela depressão que as circunstâncias econômicas lhe impuseram – como fruto dos desmandos do País – decidiu passar para outro plano, deixando um vazio e uma dor incomensuráveis! Saudade infinita…

Aonde buscar forças diante de tamanha tristeza, avassalador sentimento de impotência!..”

Deixe o seu comentário