23 de novembro de 2015 • 7:12 pm

Serviços Públicos

Polo de tecnologia em Jaraguá tem 60% da obra concluída

Governo estadual investe R$ 13 milhões na obra que será visitada pelo governador nesta terça-feira

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

O Polo de Tecnologia da Informação, Comunicação e Serviços (Tics), que está sendo construído pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), em Jaraguá, está com 60% da obra concluída, dentro do cronograma, e tem previsão de entrega em julho de 2016.

Maquete do pólo

Maquete do pólo

O governador Renan Calheiros Filho (PMDB) visita a obra no bairro de Jaraguá nesta terça-feira, 24, às 10h, acompanhado do secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Pablo Viana, quando dialogará com empresários e pesquisadores.

Voltado ao desenvolvimento de novos produtos em segmentos variados, o Polo de Tics deve ser visto, principalmente, como um ambiente composto por representantes dos setores público e privado, organizações e instituições que juntos contribuem para que Alagoas tenha as condições necessárias para que empresas de pequeno, médio e grande portes sejam criadas e instaladas no Estado.

A unidade visa, sobretudo, a dinamização das atividades econômicas servindo como intermediária, buscando contribuir com a melhoria da competitividade das empresas, tornando-as cada vez mais inovadoras, através da integração com as universidades, sociedade e governo. De forma direta, o polo vai interferir na realidade social e econômica de Alagoas fomentando, sobretudo, o potencial de crescimento a médio e longo prazos.

Ou seja, o polo vai fortalecer as empresas locais e atrair novos empreendimentos de base tecnológica voltados para o desenvolvimento de soluções em tecnologia da informação, comunicação e serviços dos setores público e privado. Ele é terceiro polo a compor o Parque Tecnológico de Alagoas, e de todos eles, é o que tem uma ação mais ampla, atuando como prestador de serviços para os demais polos do parque.

Estrutura – Com sede num prédio tombado pelo patrimônio histórico, com visão panorâmica para o mar da Praia da Avenida e piscinas naturais da Praia de Pajuçara, estão sendo investidos mais de R$ 13 milhões através do Governo do Estado, em uma estrutura dividida em três pavimentos, com área total de 6.136,16 m².

Quando pronto, o polo contará com ambiente de interação, área destinada ao uso público, com recepção, acesso de clientes, áreas de convívio, lazer, descanso e atividade culturais, como o salão multiuso para 700 pessoas; setor educacional, destinado a área acadêmica onde serão realizados cursos e treinamentos, além da biblioteca.

Polo de Tecnologia da Informação, Comunicação e Serviços vai dispor ainda de um núcleo de ideias, um ambiente confortável, com internet e biblioteca para empreendedores inovadores e empresários interagirem. Terá ainda um anfiteatro com capacidade para 300 pessoas, onde se pretende promover seminários, congressos e workshops; além da capacidade de acomodar até 40 empresas de pequeno, médio e grande porte, com estacionamento seguro e cômodo para os visitantes.

Deixe o seu comentário