27 de agosto de 2017 • 7:00 pm

Esportes

Por um fio: ASA leva gol no final e precisa de ‘milagre’ para não cair

Time alagoano perdeu por 3 a 2 para o Cuiabá. Para evitar o rebaixamento, o ASA precisa ganhar os dois últimos jogos e torcer para Moto Club e Botafogo não vencerem

Por: Vinicius Firmino
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A derrota do ASA, por 3 a 2, para o Cuiabá no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca, deixou o time alagoano numa situação muito difícil  de ser revertida. Em um jogo dramático, onde o clube alagoano começou vencendo, os visitantes garantiram a vitória aos 50 minutos do segundo tempo, com  gol de pênalti de Daniel Amorim.

Agora, são cinco pontos para sair da zona de rebaixamento com dois jogos faltando. Os próximos confrontos do Fantasma Arapiraquense serão contra duas equipes que também brigam para não caírem de divisão: Botafogo-PB (7º colocado com 20 pontos) e Confiança (9º colocado com 16 pontos). O time alagoano está na lanterna do grupo A com apenas 12 pontos.

A matemática é a seguinte: para evitar o rebaixamento, o ASA precisa vencer os dois últimos jogos e torcer para Moto Club e Botafogo não vencerem.

O jogo

O time alagoano começou o jogo abrindo o placar. Aos 15 minutos, Juninho aproveitou o cruzamento de Kanu e finalizou no canto do goleiro Douglas.

O gol de empate só aconteceu no segundo tempo, aos 10 minutos, quando Bruno Sávio recebeu livre e chutou contra a meta do goleiro Carlão. No minuto de número 35, os visitantes viraram o jogo. Dakson fez boa jogada que Pereira para chutar rasteiro no canto do goleiro Carlão.

Mas o Asa foi valente e chegou ao empate após cobrança de pênalti de Leandro Kível. Só que a defesa mais uma vez falhou nos espaços. Outra penalidade máxima foi marcada a favor dos visitantes. Daniel Amorim bateu com categoria e vence o goleiro Carlão.

Na próxima rodada, o ASA faz um jogo de vida ou morte contra o Botafogo-PB, sexta, em João Pessoa, às 21h. O Cuiabá visita o Moto Club no Maranhão, sábado, às 16h.

Deixe o seu comentário