7 de Abril de 2015 • 9:32 am

Maceió

Bope acompanha reordenamento de ambulantes no Centro

Militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foram acionados, na manhã desta terça-feira (7), ao calçadão do comércio, no Centro, para evitar qualquer confronto no reordenamento dos ambulantes. O…

Por: Vinicius Firmino
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
Sem título

Operação acontece desde às 5 horas da madrugada. (Crédito: gazetaweb)

Militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foram acionados, na manhã desta terça-feira (7), ao calçadão do comércio, no Centro, para evitar qualquer confronto no reordenamento dos ambulantes. O trabalho é feito por fiscais da Superintendência Municipal de Controle do Convívio Urbano (SMCCU), com o apoio de homens da Guarda Municipal.

Desde as 5h, nenhum camelô aparece no local, para expor e vender suas mercadorias. “A ordem que temos até o momento é abordar qualquer camelô que tentar entrar no calçadão e explicar que, a partir de agora, a nossa fiscalização será contínua. Caso haja resistência, faremos a apreensão da mercadoria, que só poderá ser retirada mediante o pagamento de multa”, disse o fiscal Givanildo Romão.

Centro da cidade amanheceu sem ambulantes. (Crédito: gazetaweb)

Centro da cidade amanheceu sem ambulantes. (Crédito: gazetaweb)

Cerca de 50 fiscais estão a postos para o trabalho de operação. Segundo Givanildo, os fiscais se dividem nas entradas das ruas do Centro para orientar os camelôs e há equipes volantes que buscam vendedores, a fim de realizar as apreensões em flagrante. “Apenas trinta por cento dos colegas aderiram à greve dos servidores municipais. Estamos aqui prontos para qualquer ação de retirada”, disse Givanildo. A operação também conta com um helicóptero da polícia e um caminhão da SMCCU, para o possível recolhimento das mercadorias.

O reordenamento do Centro estava previsto para ocorrer no dia 1º deste mês, mas foi adiado pela SMCCU devido ao feriado da Semana Santa, que tornaria inviável o trabalho de retirada dos vendedores. O órgão não tinha sinalizado nenhuma data.

Fonte: Gazetaweb

 

Deixe o seu comentário