6 de Abril de 2015 • 11:40 am

Maceió

Prefeitura de Maceió interdita hipermercado localizado no Farol

O hipermercado Extra, localizado na Avenida Fernandes Lima, no bairro do Farol, em Maceió, foi interditado, na manhã desta segunda-feira (06), durante uma operação realizada por equipes da Secretaria Municipal…

Por: Vinicius Firmino
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
Empreendimento  praticava crime ambiental e estava em situação irregular desde 2010. (Foto: Manoel Henrique/cortesia)

Empreendimento praticava crime ambiental e estava em situação irregular desde 2010. (Foto: Manoel Henrique/cortesia)

O hipermercado Extra, localizado na Avenida Fernandes Lima, no bairro do Farol, em Maceió, foi interditado, na manhã desta segunda-feira (06), durante uma operação realizada por equipes da Secretaria Municipal de Proteção ao Meio Ambiente (Sempma). De acordo com a assessoria de imprensa do órgão municipal, o estabelecimento praticava crime ambiental e estava em situação irregular desde 2010.

Na ação, programada desde a semana passada, os fiscais constataram que o hipermercado fazia o lançamento de esgoto em águas pluviais, numa Área de Proteção Permanente (APP), que fica por trás do local. O crime já havia sido detectado em outras fiscalizações da Sempma, porém, mesmo notificado, o estabelecimento não resolveu a situação.

Ainda segundo a assessoria de imprensa da Sempma, a licença ambiental obrigatória do Extra estava vencida desde 2010. A concessão não havia sido renovada justamente por causa da Estação de Tratamento de Esgotos que fazia o lançamento de efluentes e o problema já tinha sido detectado.

A interdição será por tempo indeterminado, conforme adianta a Sempma, e está condicionada à regularização por parte do hipermercado. As equipes de fiscais permaneciam no estabelecimento, nesta manhã, até que todos os clientes e funcionários fizeram a desocupação.

A ação da secretaria ambiental contou com a presença de membros da diretoria da pasta, a coordenação de fiscalização e cerca de 10 fiscais. O alvo desta segunda-feira foi somente o hipermercado Extra. Representantes da empresa não quiseram falar com a imprensa.

Fonte: Gazetaweb

Deixe o seu comentário