19 de outubro de 2015 • 10:23 pm

Economia

Presidente da FIEA diz que AL precisa de mais empreendedores como a Coopervale que vai reabrir usina Uruba

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), empresário José Carlos Lyra de Andrade, recebeu, na manhã desta segunda-feira, 19, diretores da Cooperativa Agrícola do Vale do…

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
Dirigentes da Coopervale durante a reunão na Fiea. Foto: Ascom/Fiea

Dirigentes da Coopervale durante a reunão na Fiea. Foto: Ascom/Fiea

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), empresário José Carlos Lyra de Andrade, recebeu, na manhã desta segunda-feira, 19, diretores da Cooperativa Agrícola do Vale do Satuba (Coopervale) que foram informá-lo sobre o andamento do processo para reativação da Usina Uruba, em Atalaia.

Formada por 112 empresários, a Coopervale firmou, por 10 anos, um contrato de arrendamento com os gestores da massa falida da Laginha Agroindustrial S/A, e vai iniciar a moagem no dia 5 de novembro próximo.

Satisfeito com a reativação do complexo Uruba, nos setores agrícuola e industrial, Lyra saudou o grupo Coopervale, colocando a Fiea à disposição para referenciá-lo junto à instituições bancárias, como os bancos do Brasil, do Nordeste e Caixa Econômica.

O presidente da Fiea disse que a iniciativa do grupo de empresários reunidos na Coopervale é fundamental para que a economia alagoana retome o trilho do crescimento. “Precisamos de mais empreendedores com essa disposição de investir, de confiar que temos condições e capacidade de enfrentar e vencer a crise que o País e nosso Estado atravessam” – afirmou José Carlos Lyra.

O mesmo apoio foi manifestado pelo presidente da Federação da Agricultura do Estado de Alagoas (Faeal), Álvaro Vasconcelos, que também participou da reunião.

“Vamos moer cerca de 700 mil toneladas de cana, o que vai permitir uma produção estimada de 1 milhão e 400 mil toneladas de açúcar” – disse o presidente da Cooperativa, Túlio Tenório. Ele destacou a importância do apoio das federações da Indústria e da Agricultura como canais de acesso às instituições de crédito.

A Coopervale vai gerar cerca de 2 mil empregos diretos na região de Atalaia, contribuindo efetivamente para a indústria e o comércio nos municípios em seu entorno, como Capela, Pilar, Cajueiro e outros, e de forma mais ampla, para a economia alagoana. Da reunião na sede da Fiea participaram também os empresários Marcondes Tenório Acioly, Nílson Agra e Glaube Tenório.

Deixe o seu comentário