6 de junho de 2017 • 3:54 pm

Justiça

STF inocenta Marx Beltrão de processo por ‘falsidade ideológica’

Julgamento aconteceu no STF na tarde desta terça-feira, 06

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

A primeira turma do Supremo Tribunal Federal (STF), formada pelos ministros Roberto Barroso, Marco Aurélio, Luiz Fux, Rosa Weber e Alexandre Moraes, absolveu em votação unânime o Ministro do Turismo, Marx Beltrão, do processo em que era acusado de falsidade ideológica.

O julgamento da primeira turma aconteceu na tarde desta terça-feira , 06, em Brasília.

Ministro Beltrão: julgamnto no STF

Marx Beltrão foi denunciado pelo Ministério Público Federal que o acusou de ter assinado comprovantes de recolhimento à Previdência Social com informações falsas, relativas à aposentadoria dos servidores da prefeitura de Coruripe, entre 2011 e 2012, quando ele era prefeito.

Para o MPF (Ministério Público Federal), Beltrão causou prejuízo de R$ 625 mil ao INSS (valores da época) com a adulteração. Corrigido pela inflação, o montante chega a R$ 891 mil. O ministro nega irregularidades. Alega que não elaborou os documentos e não sabia da falsidade.

A denúncia contra Beltrão já tinha sido aceita pelo STF quando ele se tornou ministro –ou seja, o político já era réu.

Nesta terça, entretanto, a primeira tuma do STF decidiu que não há nada que desabone a conduta de Beltrão, tornando-o um político inocente nas acusações que recebeu.

 

Deixe o seu comentário