8 de agosto de 2016 • 11:06 am

Cotidiano

Procon pesquisa de preços de produtos para o Dia dos Pais

A pesquisa contempla cerca de 80 itens, de 15 estabelecimentos comerciais de Maceió

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Processed with VSCOcam with f2 presetA quase uma semana do Dia dos Pais, muitos maceioenses correrão às lojas para comprar presentes. O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) realizou uma pesquisa de preços com os produtos mais vendidos neste período, para que o consumidor não saia no prejuízo.

Nos dias 2 e 3 de agosto, foram analisados os preços de mais de 80 itens em 15 estabelecimentos comerciais na capital alagoana, localizados no Centro e Maceió Shopping. Dentre os itens analisados, estão roupas, eletrônicos, sapatos, perfumaria, etc. Vale ressaltar que os valores  podem já ter sido alterados.

As opções variam e os preços também. Para os papais ligados em moda, por exemplo, é possível encontrar peças de roupa como uma calça jeans com preços entre R$ 46,00 e R$ 139,00. Tudo depende da condição e gosto do consumidor.

“Sempre que realizamos as pesquisas em datas comemorativas buscamos enfatizar as diferenças de preços de um mesmo produto. O importante é pesquisar para escolher a melhor opção para o presenteado”, explicou a superintendente do Procon/AL, Flávia Cavalcante.

Quem é mais ligado à tecnologia encontra várias opções. Um aparelho celular como o Samsung J5, por exemplo, tem valores que vão de R$ 999,00 a R$ 1.099. Já o Iphone 5S, foi encontrado por R$ 1.999,00 e por R$ 2.200,00. Outras opções mais em conta são o Samsung J1 (R$ 699,00) ou o Moto G 3 (R$ 999,00).

Outra sugestão para presentear os pais são os perfumes. Três lojas foram visitadas, com preços variando entre R$ 48,98 até R$ 639,00. “É importante lembrar que tudo depende do que a pessoa busca. Por isso incentivamos os consumidores a sempre realizar uma pesquisa em pelo menos três lojas diferentes”, destacou Flávia.

A pesquisa completa pode ser acessada no site do Procon.

 

Deixe o seu comentário