20 de setembro de 2016 • 7:28 am

Eleições 2016 » Maceió

Promessas vãs e acusações marcam o primeiro debate de candidatos na TV

O debate expôs a polarização entre Cícero Almeida e Rui Palmeira e revelou o calcanhar de Aquiles de JHC.

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O primeiro debate entre os candidatos a prefeito de Maceió, realizado pela TV Mar foi marcado pela desfaçatez de lado a lado, cobranças e acusações, mas já revelou uma tendência do que acontecerá nos próximos encontros entre os pretendentes a governar Maceió por mais 4 anos. Mostrou sobretudo o desfile de promessas vãs da maioria na tentativa de enganação do eleitor.

Debate na TV Mar

Debate na TV Mar

Os candidatos Rui e Fernando do Village, este do PMN, escolheram Cícero Almeida como saco de pancada do processo. Rui, em nome da polarização eleitoral, e Village, na dobradinha com o tucano, por razões que a própria razão desconhece.

O candidato Cícero Almeida sentiu as acusações de ordem jurídic que lhe foram feitas e até a metade do programa ainda demonstrava estar incomodado com as perguntas dos adversários. Melhorou o desempenho na segunda metade.

O candidato JHC perdeu a chance de dizer realmente as razões de sua candidatura. Ao ser questionado por fazer parte de uma oligarquia política e ser lembrado de que aos 29 anos já dispõe de um patrimônio de R$ 3 milhões se desconcertou e ainda foi tratado pelos demais como candidato “João Caldas”. Resultado, acabou chamando o candidato Gustavo Pessoa de “nazista”.

Do ponto de vista de conteúdo, os candidatos Paulão (PT) e Gustavo Pessoa (Psol) foram os que mais demonstraram firmeza nas colcocações.Paulo Memória (PTC), embora tranquilo, não conseguiu transmitir os ensinamentos do patrono Fernando Collor. Os três, no entanto, provocaram os adversários de forma serena e acabaram sendo atacados. Paulão teve inclusive direito de resposta por ter sido atacado por Rui Palmeira e Pessoa por ter sido chamado de “nazista” por JHC.

 

Deixe o seu comentário