23 de julho de 2015 • 10:44 am

Política

PSB volta a assediar prefeito de Maceió para sair da legenda tucana

Toledo mantém parceria antiga com o prefeito de Maceió, desde que indicou a secretária de saúde do município.

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page
Rui Palmeira: assédio do PSB.

Rui Palmeira: assédio do PSB.

Mais um dirigente do Partido Socialista Brasileiro (PSB) em Alagoas entra em cena para atrair o prefeito Rui Palmeira (PSDB) para o partido. Palmeira enfrenta problemas dentro de sua legenda e alguns tucanos não o querem como candidato a reeleição, em Maceió, por julgarem como fraca a administração dele.

Desta vez, a pressão para atrair o prefeito para o PSB vem do ex-deputado federal Alexandre Toledo que mantém estreito relacionamento com Palmeira. Toledo inclusive é o responsável pela indicação da Secretária Municipal de Saúde,  Sylvana Medeiros, na gestão municipal.

Quando deixou a Secretaria Estadual de Saúde no governo de Téo Vilela, para sair candidato em 2014,  Alexandre Toledo tentou deixar em seu lugar na pasta a própria Sylvana Medeiros, no entanto, perdeu a queda de braço para o grupo do então secretário do Gabinete Civil, Álvaro Machado. Logo em seguida Toledo emplacou Medeiros na saúde municipal.

Em nome desse relacionamento amigável ele estimula o PSB a insistir na tarefa de convencer Rui Palmeira a abraçar a legenda socialista e assim sair candidato a reeleição por uma sigla unida e sem estrelas de primeira grandeza, como acontece na legenda tucana.

Deixe o seu comentário