14 de Maio de 2015 • 10:04 pm

Brasil » Política

PSDB pede novo parecer a jurista sobre o impeachment da presidente Dilma

Tucanos mantém a obsessão pela queda de Dilma Rousseff. A presidente até então balança mas não cai.

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Brasil – Com base em depoimentos levantados na CPI da Petrobrás, o líder do PSDB na Câmara dos Deputados, carlos Sampaio, encomendou ao jurista Miguel Reale Júnior, um novo parecer sobre a possibilidade de impeachment da Presidente Dilma Rousseff (PT).

Os tucanos já tentaram vários pareceres com juristas diferentes, mas ainda não econtraram a brecha pretendida para iniciar o processo de cassação de mandato de Dilma. Sampaio é um fervoroso defensor desse processo e tem contra ele as opiniões do governador de Sao Paulo Geraldo Alckmin e do próprio presidente de honra do PSDB, Fernando Henrique Cardoso, que já se manifestaram contra essa ideia.

Cardoso até por que sabe que se Dilma sair quem assume o governo é o PMDB, que tem o vice-presidente da República, Michel Temer.

Reale Júniorfrecebeu prazo até a próxima quarta-feira (20) para entregar o parecer encomendado pelo comando nacional do PSDB.

A obsessão tucana de derrubar Dilma vem desde o final das eleições de outubro passado, quando eles sentiram a derrota nas urnas e iniciaram uma série de manifestações nas ruas do País, para apressar a queda da Presidente. Dilma até então balançado na corda bamba do Planalto mas vai se mantendo no poder, apesar do desgaste vivido pelo partido dela, o PT.

 

Deixe o seu comentário