12 de abril de 2016 • 6:21 pm

Cotidiano

Quatro empresas alagoanas concorrem na final de prêmio nacional do Sebrae

De acordo com a organização, mais de 65 mil MPE de todo o país candidataram-se ao prêmio no ciclo 2015, das quais 2.417 são de Alagoas.

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Quatro empreendedores alagoanos concorrem, nesta quarta-feira (13), em Brasília, ao prêmio nacional Competitividade para Micro e Pequenas Empresas – MPE Brasil, instituído pelo Sebrae para reconhecer as empresas que são referência em excelência de gestão. De acordo com a organização, mais de 65 mil MPE de todo o país candidataram-se ao prêmio no ciclo 2015 (este que está se encerrando agora), das quais 2.417 são de Alagoas.

Consultoria do Sebrae faz diferença.

Consultoria do Sebrae faz diferença.

O número supera em 29% a quantidade de participantes nacionais de 2014 e em 37% na etapa estadual. Ao todo, foram 98 vencedoras nas etapas estaduais, das quais 53 tornaram-se finalistas na etapa nacional. Amanhã à noite, serão anunciadas, em solenidade no Centro de Convenções Brasília 21, as 10 vencedoras do prêmio nacional. os organizadores informam que 21 estados e o Distrito Federal terão representantes no Prêmio MPE Brasil, uma realização do Sebrae Nacional, do Movimento Brasil Competitivo (MBC) e da Gerdau, com apoio técnico da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ).

O MPE Brasil tem como objetivo promover o aumento da qualidade, produtividade e competitividade das MPE, reconhecendo aquelas com melhores práticas no Modelo de Excelência da Gestão (MEG). Alagoas já detém o título de vencedor nacional na categoria Serviços, com a empresa Análise Contábil, de Arapiraca, que ganhou o ciclo 2014. O Estado também recebeu o prêmio Destaque Inovação com a Apícola Fernão Velho. Aliás, a presença alagoana nos pódios nacionais tem sido constante desde 2010.

Adriana Spenner, analista da Unidade de Acesso à Inovação e Tecnologia (UAIT) do Sebrae em Alagoas, ressaltou as expectativas sobre o desempenho das empresas alagoanas que estão concorrendo na etapa nacional e comentou os resultados dos negócios premiados nos últimos anos.

“As expectativas são as melhores possíveis. Esses resultados são frutos de um trabalho consciente e focado que vem sendo desenvolvido pelo Sebrae e pelo MAC em prol da competitividade e do desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios alagoanos, tendo como viés principal o incentivo ao uso do MEG. Só o preenchimento do Diagnóstico de Auto Avaliação do MEG já proporciona aos empresários a identificação dos pontos fortes e oportunidades de melhoria. Esse é o principal ganho para as empresas participantes, pois incentiva a evolução contínua de seus processos de gestão. Ganhar o prêmio é a consequência de um trabalho bem feito”, frisou Adriana Spenner.

Isabella Bezerra, superintendente do MAC, destaca que as seis empresas vencedoras na etapa estadual possuem gestão alinhada ao MEG, com práticas de excelência aplicadas e grandes resultados. A superintendente também falou sobre o processo de julgamento das empresas vencedores da etapa nacional.

“O processo é realizado a partir das etapas estaduais, quando todos os estados encaminham o relatório e os documentos necessários de suas vencedoras. Essas empresas são analisadas pelo Comitê Executivo Nacional do MPE Brasil, que elege as selecionadas para uma nova visita, buscando análise e validação das informações. Nesse momento, as empresas da mesma categoria concorrem entre si, pois só sairá um vencedor nacional por categoria. Após esse processo, realizado por avaliadores voluntários, acontece a Banca de Juízes, que define as vencedoras que serão apresentadas na próxima quarta-feira”, concluiu Isabella Bezerra.

Candidatos

As seis empresas alagoanas que irão a Brasília nesta semana são Fazenda Padre Cícero, de Cacimbinhas; Biscoito Caseiro D’Lícia, de Penedo; Destak Magazine, de Marechal Deodoro; Pousada Barra Velha, de Maragogi; Fonoclin, de Maceió; e P!us Agência Digital, de Maceió. Todas ganharão placa de reconhecimento à gestão alinhada, mas somente quatro concorrem à etapa nacional.

Elas foram as vencedoras estaduais das categorias Agronegócio, Indústria, Comércio, Serviços de Turismo, Serviços de Saúde e Serviços de Tecnologia da Informação, respectivamente. A P!us ainda levou o reconhecimento como Destaque Inovação. A etapa nacional ainda contará com concorrentes na categoria Serviços de Educação e Destaque de Boas Práticas de Responsabilidade Social.

Após o reconhecimento, os gestores de todas as empresas têm a oportunidade de participar de seminários para aumentar a competitividade, além de melhorar seus produtos e serviços, contribuindo para o desenvolvimento econômico da comunidade. As vencedoras da etapa nacional participam de uma capacitação internacional, uma missão empresarial no Brasil, além de serem reconhecidas como exemplo de sistema de gestão alinhado aos princípios de excelência do mercado.

Deixe o seu comentário