17 de outubro de 2017 • 4:13 pm

Cotidiano

Questões da engenharia são discutidas em reunião na Fiea

O presidente, em exercício, da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), empresário José da Silva Nogueira Filho, recebeu na manhã desta segunda-feira, 16, o presidente da Federação Nacional…

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Lideranças da engenharia, reunidas na Federação das Indústrias. Foto: Ascom/Fiea

O presidente, em exercício, da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), empresário José da Silva Nogueira Filho, recebeu na manhã desta segunda-feira, 16, o presidente da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE), Murilo Pinheiro. Também presidente do Sindicato dos Engenheiros de São Paulo, Pinheiro está licenciado para concorrer à presidência do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), entidade responsável pela regulamentação e fiscalização do exercício profissional dos engenheiros, agrônomos, geógrafos, geólogos, meteorologistas, tecnólogos, técnicos industriais e agrícolas.
Nessa condição, Murilo Pinheiro tem percorrido o País, apresentando uma carta de compromissos, na qual destaca a luta pelo fim da crise econômica que o Brasil enfrenta, a defesa da retomada das obras paradas e a valorização do profissional e da indústria brasileira. Em sua passagem por Alagoas, onde manifestou apoio à campanha do engenheiro Fernando Dacal à presidência do Crea/AL, Pinheiro visitou a Fiea.
Na conversa com José Nogueira e outros dirigentes do Sistema Indústria, ele discorreu sobre projeto de lei, que deve ser encaminhado pelo governo ao Congresso Nacional, que permite às empresas multinacionais trazerem para atuar no Brasil, engenheiros, agrônomos e profissionais da área de seus respectivos países. A proposta pretende obrigar os Conselhos Regionais de Engenharia e Agronomia (Creas) a emitirem o registro dos estrangeiros no prazo de 90 dias.
Contrário a esse projeto, o presidente do Confea tenta mobilizar a categoria e entidades ligadas a se manifestarem no sentido de evitar a evolução dessa proposta, que estaria sendo cobrada por grupos franceses, canadenses e americanos. Do encontro na Fiea participaram os engenheiros Fábio Loureiro, Aluísio Ferreira e Geilson Cavalcante.

Deixe o seu comentário