5 de junho de 2015 • 9:19 am

Esportes

Receita Federal e MP investigam Neymar e o pai por sonegação

Se dentro de campo vai tudo bem para o craque da Seleção Brasileira, Neymar, fora dele a situação não está tão favorável assim. Segundo uma publicação da Revista Época, o…

Por: Roberto Boroni
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
ascom peixe

o camisa 10 da seleção e os seus pais tiveram os bens arrolados pela Receita Federal (Foto: semprepeixe.com.br)

Se dentro de campo vai tudo bem para o craque da Seleção Brasileira, Neymar, fora dele a situação não está tão favorável assim. Segundo uma publicação da Revista Época, o camisa 10 da seleção  e os seus pais tiveram os bens arrolados pela Receita Federal no dia 7 de abril.

Isto significa que parte dos bens de Neymar e de sua família (imóveis, carros, entre outros) está sob monitoramento do Fisco. A Receita toma essa medida quando avalia que um contribuinte, ao sonegar impostos, também cometeu outros crimes.

Também segundo a reportagem da Época, nas próximas semanas o Ministério Público Federal  deverá apresentar uma denúncia criminal contra o pai de jogador e todas as empresas que tiveram envolvimentos na venda do craque brasileiro ao Barcelona da Espanha. Não está descartada uma ação contra o atleta pelo MPF.

Procurados pela revista para comentar o assunto, o MPF e o advogado do jogador, Paulo Sehn, disseram que não iriam se manifestar, porque o processo está sob sigilo. A Receita também preferiu não se pronunciar.

Deixe o seu comentário